Olhar Conceito

Terça-feira, 30 de novembro de 2021

Notícias / Diversão e Lazer

​MÊS DA Consciência Negra

Festival Kwanzaa segue até dia 29 com atividades culturais realizadas por entidades do movimento negro

Da Redação - Vinicius Mendes

17 Nov 2021 - 09:45

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Festival Kwanzaa segue até dia 29 com atividades culturais realizadas por entidades do movimento negro
A programação da Agenda Kwanzaa - Mês da Consciência Negra, uma reunião de atividades culturais realizadas por entidades do movimento negro e pelo Mandato Coletivo pela Vida e por Direitos/Vereadora Edna Sampaio (PT), segue até o dia 29 de novembro em Cuiabá. Na agenda estão atividades de grupos negros organizados, como o Coletivo Negro Universitário da UFMT, o Movimento Negro Unificado (MNU) e a Associação de Famílias Negras e Periféricas, além de produtores e artistas negros locais, que acontecem em diferentes pontos da capital.
 
Leia mais:
Projeto une música e poesia na Casa Cuiabana no próximo domingo
 
Uma das atrações do festival é a exposição "Corpos Negros na Cidade", que traz 20 outdoors fotografias de pessoas negras anônimas, cuja história contribui para a construção da identidade da cidade.
 
A programação desta quarta-feira (17) começou às 9h30, com a roda de conversas “Escuta e diálogo: os gritos não ouvidos dos povos invisibilizados”, promovida pelo Movimento Negro Unificado (MNU), com painéis sobre “A luta do movimento negro unificado Brasil e em Mato Grosso”, “Povos Quilombolas e indígenas e luta contra a retirada de direitos” e “Formação da Juventude Negra”.
 
Às 19 horas, acontece o seminário “Fascismo Racismo e Democracia: o lugar do movimento negro na afirmação da humanidade ”, com a presença de Ieda Leal (Coordenadora Nacional do MNU), na Câmara Municipal de Cuiabá.
 
A vereadora Edna Sampaio comentou sobre a exclusão dos negros do acesso aos bens culturais, econômicos e políticos que a sociedade produz e analisou o fato de Cuiabá, onde a população é de maioria negra, só nesta legislatura poder contar com uma parlamentar negra na Câmara, instituição fundada no início do século 20.
 
“Nossa pauta fundamental é o combate ao racismo estrutural. Que novembro seja um período de expressão de todas as características, toda a cultura do povo preto”, disse a vereadora.
 
“Este é um esforço do nosso mandato, no diálogo com os diversos atores do movimento social e institucionais, para dar visibilidade à questão racial na cidade de Cuiabá”, salientou. “Fizemos questão de que a Câmara acolhesse, recebesse e participasse ativamente desta programação”.
 
Confira a programação completa:
 
17/11
8h30 às 19h - Roda de conversas “Escuta e diálogo: os gritos não ouvidos dos povos invisibilizados”, promovido pelo Movimento Negro Unificado (MNU), com painéis sobre: “A luta do movimento negro unificado Brasil e em Mato Grosso”, “Povos Quilombolas e indígenas e luta contra a retirada de direitos” e “Formação da Juventude Negra”.
 
19h – Seminário “Fascismo Racismo e Democracia: o lugar do movimento negro na afirmação da humanidade ”, com a presença de Ieda Leal (Coordenadora Nacional do MNU)
Local: Auditório da Câmara Municipal de Cuiabá.
 
18/11
8h às 18h – “Feira das Religiões de matriz africana”, com a presença de casas de religião de matriz africana e afro-brasileira, com gastronomia e louvores aos orixás, além de palestras sobre as diferenças dos segmentos da religião de matriz Africana: Umbanda, Candomblé, variações das Nações e o Culto a Orunmila ifá, encerrando-se com o “Sire das divindades”
 
19h - Desfile promovido pela Associação das Famílias Negras Periféricas de Mato Grosso, voltado à valorização das mulheres do bairro.
Local: escola Lenine de Campos Póvoas, bairro Jardim União.
 
19h – Encontro "Aquilombamento on-line" com o tema “Racismo e saúde mental: Qual a relevância?”, promovido pela Comissão  de Relações Étnico-Raciais na Psicologia  do Conselho Regional de Psicologia.
Formato: On line. O link para o evento será divulgado nas redes sociais do CRP 18.
 
19/11
8h às 17h - Encontro Interescolar de Dança e Cultura da Cidade Educadora – EIDANCCE 2021 -  A dança como consciência das nossas ancestralidades”, com rodas de conversas sobre: "Corpo, Educação e Cultura", "Relatos de experiências de professores compartilhando as experiências pedagógicas do ensino com o conteúdo dança a partir das Práticas Pedagógicas ofertadas", "Danças brasileiras, ancestralidade e contra-colonialidade em tempos remotos e presenciais", "História dos negros em Mato Grosso" e "Arte-Educação - o corpo, tendo como viés a arte-educação".
Formato: Online. Link para o evento será divulgado nas redes sociais do EIDANCCE 2021.
 
9h às 18h – Feira Cultural “A arte que trança a estética da beleza negra”, com feira de artesanato, roupas afro e indianas, ervas medicinais dos quilombos e bonecas negras, comidas típicas negras e cuiabanas, demonstrações de tranças afro e amarração de turbante e apresentações culturais.
Local: Praça Alencastro.
 
9h - Café afro do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial.
Local: Casa dos Conselhos.
 
17h - “Caminhada pelas Vidas Negras”, ato político com apresentações culturais.
Concentração às 16h30, na Praça Alencastro e saída às 17h, finalizando no Beco do Candeeiro.
 
19h - Workshop “A lei da Pemba” - aspectos milenares das escrituras sagradas.
Formato: híbrido.
Local: Museu de Imagem e Som de Cuiabá – MISC.
 
 
19h – 22h -  Kwanzaa no Beco – Consciência Negra.
Programação com apresentações culturais de artistas locais, feira gastronômica, artesanato e performances.
Local: Beco do Candeeiro.
 
20/11
FeijoBeco
Local: Museu de Imagem e Som de Cuiabá – MISC
 
16h - Festival de Ayan - uso ritualístico da musicalidade nas religiões de matriz africana.
Formato: híbrido.
Local: Local: Museu de Imagem e Som de Cuiabá – MISC.
 
 
19h - Roda de Conversa "Negro Vida e Negro Drama: masculinidades negras, juventude e cultura urbana", realizada pelo Coletivo Negro Universitário da UFMT.
Local: Youtube do CNUUFMT.
 
21/11 a 05/12/21
Exposição “Corpos Negros na Cidade”: exposição de fotografias de pessoas negras que contribuem para construir a identidade de Cuiabá, a maioria delas anônimas.
Local: Em diversos pontos de grande visibilidade.
 
22/11
Ciclo de palestras “Consciência Negra: 365 dias de luta por respeito”.
Local: Secretaria Municipal da Mulher.
Formato: híbrido com transmissão ao vivo pelo Instagram.
 
23/11
19h -  Cristian Siqueira ministra palestra “Mediunidade na umbanda”.
Formato: presencial.
Local: Museu de Imagem e Som de Cuiabá – MISC.
 
19h - Flávio Mattos ministra palestra “As sete linhas da Umbanda”.
Formato: presencial.
Local: Museu de Imagem e Som de Cuiabá – MISC.
 
29/11
9h - Roda de Conversa "Eu sou livre! Da literatura de Carolina Maria de Jesus às mulheres negras em MT", realizada pelo Coletivo Negro Universitário da UFMT.
Formato: híbrido. Confira o link nas redes do Coletivo Negro Universitário UFMT/Campus Cuiabá.
 
16h - Pop rua
Local: Museu de Imagem e Som de Cuiabá - MISC
 
18h30 -  Filme “Estrelas além do tempo”.
Público: geral, limitado a 80 pessoas.
Formato: presencial.
Local: Sesc Arsenal.
 
Programação cultural
 
O evento contará com as seguintes atrações culturais:
 
- 16/11, às 14h, na Sessão Solene: Percussionista Hermínio Nhantumbo.
 
- 17/11, às 8h30h, na abertura da Roda de conversas do MNU, na Câmara: Siriri, com AMFMT- Associação das Manifestações Folclóricas de Mato Grosso e às 19h, apresentação com as cantoras Papy Nascimento e Isadora Moraes.
 
- 19/11, às 9h, na Feira da praça Alencastro: apresentação com a sambista Mariana Borealis, às 11h, com o cantor e instrumentista Oliveira Filho, às 14h, com a cantora Hend; às 16h30, com o trio Dj Taba, Pacha Ana e Ahgave e no Beco do Candeeiro: às 19 h, apresentação de Duckson e Banda e, às 20h, da Rapper Azul.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet