Olhar Conceito

Terça-feira, 30 de novembro de 2021

Notícias / Turismo

​VAGAS LIMITADAS

Workshop discute pré-história de Chapada dos Guimarães, sua geodiversidade e geoturismo

Da Redação - Vinicius Mendes

19 Nov 2021 - 16:00

Foto: Rogério Florentino Pereira/ OD

Workshop discute pré-história de Chapada dos Guimarães, sua geodiversidade e geoturismo
Acontece nos próximos dias 29 e 30 de novembro o III Workshop Geoparque Chapada dos Guimarães, de forma híbrida (presencial e on-line), no Auditório Milton Figueiredo, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, em Cuiabá. O evento é destinado a quem se interessa por temas como o porque cientistas afirmam que Chapada dos Guimarães já foi mar e também um grande deserto, ou que na região também já existiram vulcões e grandes dinossauros. As rochas observadas nas belas paisagens, compondo paredões e cachoeiras, comprovam essas questões e muitas outras sobre a história do planeta Terra.

Leia mais:
Fim de semana é marcado por show de Barões da Pisadinha e retorno da franquia Caça-fantasmas ao cinema; veja programação

A programação conta com minicursos, palestras nacionais e internacionais, além de diversos concursos com premiações. O evento é direcionado para toda a população, em especial para professores, estudantes, geógrafos, geólogos, profissionais relacionados a área de turismo e qualquer outro interessado em conhecer mais sobre geoparques, geodiversidade e geoturismo.

A realização do Workshop visa divulgar o potencial do município de Chapada dos Guimarães para que ele possa se candidatar para ser um Geoparque da UNESCO. Os Geoparques Globais da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) são áreas geográficas unificadas, onde locais e paisagens de importância geológica internacional são gerenciados com base em um conceito holístico de proteção, educação e desenvolvimento sustentável. 

O conceito de Geoparque vem avançando desde 2004 quando foi criada a Rede Mundial de Geoparques e, a cada ano, tem se tornado mais popular. Atualmente, existem 169 Geoparques Globais da UNESCO, em 44 países, sendo apenas um deles no Brasil, o Geoparque do Araripe, no Ceará. 

O país conta ainda com 4 Geoparques aspirantes, que podem receber o reconhecimento em breve. Chapada dos Guimarães busca entrar na lista de Geoparques aspirantes para que no futuro a região receba o título da UNESCO.

Além de diversas palestras com especialistas de várias partes do Brasil e do mundo, cinco minicursos serão realizados, sendo eles: 1) Iniciativas em Geoconservação: Práticas de ensino em Paleontologia; 2) Geologia de Chapada dos Guimarães; 3) Introdução à Geoespeleologia; 4) Por dentro da Langsdorff: Olhares possíveis sobre uma expedição científica; e 5) Técnicas de Interpretação Ambiental para o Turismo em Áreas Naturais.

Outra forma de participar do evento é por meio dos concursos que estão com inscrições abertas até 19 de novembro, sendo eles: Geoparque em Desenho; Hércules Florence – Geoparque em Fotografia; Geoparque em Artes e Geoparque em Vídeos. Ao todo serão destinados 7 mil reais em premiações.

O evento é uma realização da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), da Federação Brasileira de Geólogos (FEBRAGEO), da Associação Profissional dos Geólogos do Estado de Mato Grosso (AGEMAT) e da Associação de Geólogos de Cuiabá (GEOCLUBE). E conta com patrocínio máster do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-MT).

As inscrições para o evento, para os minicursos e concursos são gratuitas e podem ser feitas pelo site. Vagas limitadas.

Inscrições pelo site.
Mais informações sobre os concursos pelo link.

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet