Olhar Conceito

Quinta-feira, 11 de agosto de 2022

Notícias | Política Cultural

CARLINA JACOB

Principal dificuldade de 2021 para a cultura foi a falta de dinheiro, avalia ex-secretária

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Principal dificuldade de 2021 para a cultura foi a falta de dinheiro, avalia ex-secretária
Ex-secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob aponta que a principal dificuldade de 2021 para a pasta foi a falta de dinheiro. Segundo Jacob, a pasta precisou adiar inúmeros “sonhos” e festivais, mas explica que houveram algumas vitórias como os eventos realizados no Beco do Candeeiro e campeonatos de xadrez e boxe.

Leia também:
Relembre as personalidades mato-grossenses que foram destaque em rede nacional em 2021

“[A principal dificuldade] foi querer ter dinheiro para fazer políticas públicas e não ter. Isso atrapalhou muito a gente. Você quer movimentar o setor, ajudar as pessoas. Tivemos que fazer com o que tínhamos aqui. Estávamos cheios de sonhos e tivemos que adiar. Não deu para fazer”.

Carlina explica ao Olhar Conceito que boa parte das tarefas da pasta envolvem público e o Beco do Candeeiro foi o único lugar em toda capital que pudesse ser realizado um maior controle por parte da prefeitura quanto ao número de pessoas e cumprimento de medidas de biossegurança como uso de máscaras e álcool em gel. Por este motivo, a pasta investiu bastante em eventos nesse local histórico. 

Reinaugurado em maio, o espaço revitalizado foi ocupado por diversas apresentações culturais até meados de outubro. Por lá, passaram Vera Capilé, Dona Domingas, feira gastronômica, artistas da comunidade LGBTQIA+, duelo de MCs e até carnaval fora de época. “Conseguimos fazer dele um palco para a cultura”, conta.

A ex-secretária também destaca a realização da 87ª Edição do Campeonato Brasileiro de Xadrez Absoluto Masculino e da 60ª Edição de Xadrez Feminino na capital mato-grossense, além do 79º Campeonato Brasileiro de Boxe. “É uma forma de fomento. Temos apoiado muito o futvôlei, vôlei de praia, campeonatos nos bairros com o intuito de tirar essas crianças dessa zona de perigo por meio dos esportes e cultura”. 

Ao longo de 2021, os planos de retorno de alguns festivais em Cuiabá tiveram que ser adiados, como o Festival de Rasqueado. É esperado que os festivais sejam realizados em 2022, por meio da gestão de Aluísio Leite, que assumiu a pasta na terceira semana de dezembro.

O novo secretário ressalta que cultura e esporte são importantes para a formação pessoal. Para ele, “a cultura é transformadora, a cultura emprega, uma sociedade não se constrói sem cultura e sem as artes. A gestão tem sensibilidade política e social, daí o compromisso de estar cada vez mais perto das pessoas. Na Secretaria, temos a partir de hoje, a missão de fortalecer e estreitar  ainda mais essa relação da cultura e  do esporte com a sociedade", ponderou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet