Olhar Conceito

Domingo, 26 de junho de 2022

Notícias | Política Cultural

CATEGORIA ARTES VISUAIS

Arte de rua, ideologia punk e reconhecimento internacional: cuiabano Babu 78 é protagonista no prêmio Jejé de Oyá

Foto: Reprodução / Instagram

Arte de rua, ideologia punk e reconhecimento internacional: cuiabano Babu 78 é protagonista no prêmio Jejé de Oyá
Adão Silva, o Babu 78, é cuiabano de 44 anos, muralista e grafiteiro que começou a se aventurar no universo das artes urbanas em 1990, década em que se sentia parte do contexto do que estava acontecendo no mundo inteiro, principalmente por meio dos metrôs pichados que apareciam em filmes internacionais. Na capital de Mato Grosso, seu contato com essa cultura se intensificou dentro dos ônibus que eram pintados com canetão piloto.

O "verdadeiro" Babu foi um skatista negro que se mudou sem deixar rastros, de uma casa que Adão também morou. “Então para ninguém saber quem era Adão, eu comecei escrever Babu nos ônibus”, disse ao Olhar Conceito. Dos busões de Cuiabá para o mundo, suas pinturas já rodaram todas as capitais do Brasil e vários países da América Latina. Agora, o grafiteiro foi escolhido pelo júri para representar a categoria Artes Visuais – Produto da Arte. 

Leia mais:
Protagonistas da Baixada Cuiabana são gratificados na premiação Jejé de Oyá nesta sexta-feira

Hoje vivendo de suas pinturas que já rodaram vários países e todas as capitais do país, Babu passou a adolescência mergulhado na cultura Punk. Dentre vandalismo, pixação, pintura de camisetas e bonés, carregava consigo a ideia do “faça você mesmo. Tenha o que você faça e tenha o que o seu parceiro faça. Então a gente usa camisa do coletivo, coloca o boné que seu amigo pinta. Tudo nessa condição autoral. Uma característica dos movimentos sociais urbanos. Então eu tinha essa pegada também”. 

Artista nato, Babu contou que nunca foi bom em buscar empregos, de pedir trabalho às pessoas. Por isso, resolveu pintar por dinheiro, até que começou a vender sua arte profissionalmente. Já são 20 anos de trajetória no ramo artístico. De lá pra cá, já foi premiado mais de dez vezes, nos mais variados cantos do país e da América Latina.  

Dentre as premiações, já ganhou gratificação pelo Grupo Escola de Rua, em que ministrou oficinas de artes em presídios masculinos, femininos e adolescentes. Também já foi congratulado no Pipa, maior prêmio de artes plásticas do Brasil.  



Em seus vários começos na rua, no skate, na pintura, em galerias, muros e premiações, Babu coleciona títulos oriundos de sua arte. Quem transita por Cuiabá com certeza já viu sua obra em algum muro da cidade. “Então são vários começos e até agora não teve finais. Já pinto profissional há 20 anos. São 20 anos de coisas acontecendo”.  

Agora, em mais um começo, Babu foi escolhido pelos jurados do prêmio para representar a categoria Artes Visuais – Produto da Arte, em reconhecimento ao seu protagonismo nas artes visuais do estado.  

Serviço 
 
Prêmio Jejé de Oyá 
 
Premiação: 29/04, às 19h30, no Cine Teatro Cuiabá 
 
Mais informações: 65 9 9982 2854 (Bemtivi Academia de Arte) 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet