Olhar Conceito

Domingo, 03 de março de 2024

Notícias | Música

nesta sexta

Evento gratuito celebra Dia Nacional do Samba no Morro da Caixa D'Água Velha

Foto: Reprodução

Evento gratuito celebra Dia Nacional do Samba no Morro da Caixa D'Água Velha
O Morro da Caixa D’Água Velha já foi grande referência de ponto de samba de Cuiabá e, à véspera do Dia Nacional do Samba, um novo projeto vai reviver os tempos áureos e homenagear a velha guarda do gênero musical tão brasileiro. O “Caldeirão do Samba” será nesta sexta-feira (1º), a partir das 19h, na parte superior de referido espaço cultural, e a entrada é gratuita.

Leia também
Dom Sebastião abre nova unidade com pizza romana; pizzaiolo italiano treina equipe em Cuiabá


O Caldeirão do Samba é uma iniciativa da Superintendência de Integração, Cidadania e Cultura da ALMT (Assembleia Social) e do grupo Monarquia do Samba e tem o objetivo de resgatar os precursores do samba de Cuiabá e apresentá-los aos novos talentos, como explica o anfitrião Joari Madalena.

“Essa velha guarda está sendo esquecida e a nova geração não conhece a história do samba. A nossa proposta é homenageá-los ainda em vida, para valorizá-los e aumentar a autoestima deles”. 

O grupo Monarquia do Samba, formado por Joari Madalena (pandeiro), Nilson Brito (voz e cavaco), Saca-Rolha (violão e voz) e Vitor Serra (percussão), será o anfitrião da noite, acrescentando Alex Bolacha aos instrumentistas, no violão de 7 Cordas.

O convidado especial da noite será Rico Alfaiate, considerado o primeiro cantor de samba de Cuiabá, na década de 1980, e fundador do grupo Explosão do Samba, ao lado de Calu Baterista e Hélio Japonês. São homenageados na noite especial, ainda, Jorginho do Cavaco e José Antônio.

Outro artista convidado para a noite especial foi Pescuma, que contribuiu para a criação do Bloco Beleza Pura, também na década de 1980, cujo ponto de encontro era justamente o Morro da Caixa D’Água Velha.

O espaço escolhido também busca reocupar aquela região do Centro de Cuiabá. “O lugar é lindo, é um ponto turístico e pouco explorado. Queremos difundir outros pontos da nossa cidade e valorizar outras frentes da nossa cultura”, contextualiza Joari.

“A Assembleia Social reconhece a importância do samba para a cultura brasileira e não poderia se isentar de um momento tão importante. Promover samba em praça pública é uma forma de divulgar nossa cultura e democratizar o acesso às artes e ao entretenimento. E, claro, esperamos todos lá com muita alegria e samba no pé!”, convida a superintendente da Assembleia Social, Daniella Paula Oliveira.

A participação é gratuita e não precisa de ingresso prévio, é só chegar. Haverá venda de bebidas e comidas por comerciantes locais, mas é autorizada a entrada de produtos para consumo próprio. Mais informações, pelo perfil @assembleiasocial no Instagram e pelo telefone (65) 3313-6994.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet