Olhar Conceito

Notícias / Música

Morre George Jones, dono da "melhor voz da música country"

Rolling Stone

26 Abr 2013 - 20:00

George Jones, conhecido como o dono da “melhor voz da música country”, morreu nesta sexta-feira, 26, no hospital de Nashville, uma semana depois de ter sido hospitalizado com febre e irregularidades na frequência cardíaca, anunciou o agente dele. O músico tinha 81 anos.

Nascido em uma modesta casa em Saratoga, no Texas, Jones conseguiu emplacar 143 músicas no Top 40 das paradas country, sendo que 14 atingiram o topo. A primeira foi “White Lightning”, de 1959, seguida por “She Thinks I Still Care” e “He Stopped Loving Her Today”, que vieram nas décadas seguintes.

Sinatra dizia que ele era “o segundo melhor cantor da América”. Keith Richards o chamava de “tesouro nacional”. “A voz da maioria das pessoas é um dom de Deus”, disse certa vez Garth Brooks. “Com George Jones, eu acho que começou como um dom de Deus e, então, decidiram criar um corpo ao redor dele porque todo mundo que quis cantar música country sempre quis soar como George Jones.”

Jones teve um carreira épica e suas aventuras fora do palco ameaçaram, algumas vezes, ofuscaram suas conquistas. Ele faltou em dúzias de shows no fim dos anos 70 (até ganhou o apelido “No Show Jones”) e, em 1979, os vícios dele o levaram ao hospital psiquiátrico de Alabama.

Em 1980, ele fugiu da polícia de carro, dando início a uma perseguição por Nashville que foi televisionada. Em 1999, bateu seu carro em uma ponte da cidade e esteve próximo da morte. “Apesar de tudo isso, eu continuei lendo artigos que diziam que eu era o maior cantor de country vivo”, escreveu ele em seu livro de memórias, em 1996. “Todos os cantores que eu respeito constantemente diziam isso também. Eu sempre apreciei, mas nunca entendi como um supostamente bom cantor poderia ser uma pessoa tão problemática. Meu talento, mesmo que tenha me trazido fama e fortuna, nunca me trouxe paz de espírito.”

Mas Jones nunca perdeu a sua habilidade em apresentar clássicos do country de partir corações. Ele foi introduzido ao Hall da Fama do Country em 1992, ganhou um prêmio Kennedy, em 2008, e recebeu um Grammy por conjunto da obra no ano passado.

O músico estava em processo de finalizar uma turnê comemorativa de 70 anos de carreira chamada Grand Tour. O último show dele em Nashville, em 22 de novembro, foi a pedra fundamental de toda a turnê, com a presença de fãs como Keith Richards, Jamey Johnson, Garth Brooks, Kid Rock, Kenny Rogers, entre outros.

Jones deixa a esposa, Nancy Jones, companheira dele há 30 anos, a irmã Helen Scroggins e filhos, netos e sobrinhos.

Redes Sociais

Sitevip Internet