Olhar Conceito

Quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Notícias / Artes Cênicas

Através de acrobacias e dança, espetáculo retoma tradições milenares da China e vem à Cuiabá

Da Redação - Stéfanie Medeiros

14 Nov 2013 - 18:14

Foto: Reprodução

Através de acrobacias e dança, espetáculo retoma tradições milenares da China e vem à Cuiabá
Destaque dos eventos em comemoração ao Mês Cultural da China no Brasil, o espetáculo “FU YONG – A Eterna Fortuna na Montanha Sagrada” teve sua estreia no Rio de Janeiro em 1° de novembro e agora vem para a capital mato-grossense no dia 19 de novembro.

Resultado de uma parceria entre o San Xia Acrobatic Art Troupe e o Chongqing (Qianjiang) Ethnic Song and Dance Troupe, o espetáculo traz acrobacia, dança e música para contar uma famosa lenda que retrata a vida de uma família pertencente à encantadora e misteriosa Etnia Miao, a quinta mais populosa das 56 etnias oficialmente reconhecidas pela República da China.

Tradições milenares, ritos religiosos, figurinos coloridos e paisagens deslumbrantes compõem a dinâmica da performance que proporcionará ao público uma experiência reveladora das raízes civilizatórias chinesas.

O espetáculo, composto por 24 dançarinos, 7 cantores e 9 acrobatas, aborda de forma mística temas da vida cotidiana do povo Miao, tais como a relação entre passado e futuro, família e indivíduo, amor e casamento, nascimento, morte e o reencontro no Paraíso.



O espetáculo, com duração aproximada de 90 minutos e classificação livre, será apresentado em 11 atos que contam a lenda da Eterna Fortuna na Montanha Sagrada. O roteiro do show será composto pelos números: A Terra Mitológica, Encantador , Nasce o Amor, Choro do Casamento,O Som do Paraíso, A Dança Nuo, Adeus meu Amor, Mãe e Filho, Serenata, Ritual do Amor e Reunião no Paraíso.

A apresentação é uma criação do renomado diretor Deng Lin, considerado o arauto do realismo poético chinês no campo da acrobacia e danças coreográficas. E para homenagear o Mês Cultural da China no Brasil, foi criada uma nova versão da obra, em parceria e sob a supervisão dos diretores Gao Sen e Jiang Xiaoping.

“China tem uma forte ligação com suas histórias originais e culturais, sempre embebidas no misticismo, assim como o Brasil. Entretanto, apesar das raízes continuarem vivas, como a Montanha Sagrada e o Sol, as origens correm perigo a medida que o mundo busca um desenvolvimento cada vez mais rápido e agressivo. As futuras gerações podem perder a conexão com seus verdadeiros alicerces. Nosso trabalho está focado justamente no movimento inverso: o da preservação e valorização das tradições”, explica o Diretor Gao Sen.

Simbologia por trás do espetáculo
Os símbolos FU YONG 福 咏 na cultura chinesa representam o conceito da Eterna Fortuna. São muitas as versões para a simbologia FU, porém, a mais expressiva delas foi elaborada por Kangxi, quarto Imperador da Dinastia Qing, amante da cultura e das artes, em especial da caligrafia.

Kangxi tornou-se um dos mais importantes Imperadores da História chinesa quando derrotou o poderio Feudal e resgatou a estabilidade e a riqueza para seu Reino após muitos anos de guerra e caos.

Os elementos que pavimentam o conceito da simbologia FU YONG são alicerçados em quatro pontos: filhos, terra fértil, inteligência e longevidade, desejos que, não por acaso, povoam famílias e indivíduos mundo afora. A lenda da “A Eterna Fortuna na Montanha Sagrada” discorre sobre a sorte e a esperança das famílias da etnia Miao que vivem na Montanha Sagrada, a morada da família de onde emana a segurança e o amor e que representa o porto seguro daquela minoria.

Serviço

Local: Cine Teatro - Av. Pres. Getúlio Vargas, 161 - Centro Histórico
Tel:(65) 3054-5840
Capacidade: 521 lugares
Data: 19 de novembro (20h)
Garanta seu ingresso clicando aqui.
www.ingressso.com
Preço: de 80,00, inteira

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet