Olhar Conceito

Domingo, 29 de novembro de 2020

Notícias / Política Cultural

Mato Grosso brilha na Semana da Cultura Latino-Americana em Nova Iorque com Figueiredo, Albues e Espíndola

Da Redação - Marianna Marimon

18 Nov 2013 - 10:14

Foto: Internet

Humberto Espíndola

Humberto Espíndola

Aline Figueiredo, Glória Albues e Humberto Espíndola são os representantes de Mato Grosso na 8ª edição da Semana da Cultura Latino-Americana, que acontece em Nova Iorque de 14 a 25 de novembro. O objetivo desta semana é promover a diversidade da cultura latina em Nova Iorque, em que será realizado um Simpósio sobre a Tradição Oral para abordar artes visuais, ritos e dança popular. Nomes de peso que irão levar um pouco do Brasil para os Estados Unidos, e que além de traçar um panorama da história da arte em Mato Grosso, também irão expor sua arte, como a pesquisa de Glória sobre seu documentário dos índios Bororos, e Espíndola com sua pintura que retrata o regional.

A Semana da Cultura Latino-Americana é uma parceria da Pan American Musical Art Research (Pamar) com a Brazilian Endowment for the Arts, no segundo ano de colaboração. Com isto, a Brazilian Endowment promove em conjunto com a Pamar, o Simpósio Tradição Oral que ocorre de 18 a 20 de novembro. Figueiredo, Albuez e Espíndola são convidados para expor os trabalhos realizados no Brasil.

Centros culturais, museus e galerias de arte estão unidos para celebrar a Semana da Cultura Latino-Americana. No Simpósio haverá apresentações de maracatu e frevo, tradicionais da cultura nordestina brasileira. O objetivo do simpósio é promover a conexão da cultura popular brasileira com foco na influência oral e tradição do nordeste com culturas nativas, além da definição da tradição da oral em relação ao sistema de cultura contemporânea, e também propor a implementação da Cultura Popular nos currículos acadêmicos.

Tradição oral, artes visuais, teatro, música, poemas, rituais, danças e literatura de cordel, serão os temas debatidos durante o simpósio.

Aline Figueiredo, crítica de arte, escritora e professora, fará sua exposição no dia 19 de novembro sobre “Arte visual popular brasileira”, em que irá ilustrar a “Arte Visual: Brasil via Mato Grosso”. Em sua palestra sobre cultura popular, a crítica de arte irá abordar uma série de artistas do Estado, como o próprio Espíndola, Adir Sodré, Gervane de Paula, João Sebastião, Jonas Barros e Nilson Pimenta.

Já Gloria Albues, cineasta irá apresentar seu filme documentário sobre os Bororos, povo nativo do Mato Grosso “Visões inter-étnicas: Ser igualmente diferente”, também no dia 19, que narra a luta de um índio chiquiano em busca de sua identidade nacional.

Espíndola figura entre os pintores convidados para participar do simpósio.

Os três nomes possuem peso na arte mato-grossense, Aline Figueiredo desde a década de 80 trabalha pela inserção do Estado em contraste ao eixo Rio-São Paulo, tendo reconhecimento nacional e internacional por tanta dedicação à pesquisa da história da arte. Gloria Albues é cineasta de Mato Grosso e Espíndola é um dos mais renomados pintores, e consegue retratar e criticar aspectos regionais, como seu trabalho com a simbologia do boi, em que consegue expressar o abuso do consumo com o extenuante uso da terra.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet