Olhar Conceito

Segunda-feira, 28 de setembro de 2020

Notícias / Artes Cênicas

Festival de Teatro Cena Mato Grosso está com inscrições abertas para oficinas gratuitas

Da Redação - Marianna Marimon

28 Nov 2013 - 17:25

Foto: Divulgação

Festival de Teatro Cena de Mato Grosso

Festival de Teatro Cena de Mato Grosso

Além das apresentações em três etapas que já aconteceram em Primavera do Leste, e agora estão em Alta Floresta e com encerramento em Cuiabá, o Festival de Teatro Cena Mato Grosso de 2013 também dispõe aos profissionais da área oficinas gratuitas, cujas inscrições já estão abertas. Em Cuiabá, a programação começa na próxima segunda-feira (2). Duas oficinas estão confirmadas em Cuiabá com Rafaela Cappai e Weber Carvalho.

Leia mais: Reinauguração da Jogê aposta na variedade e qualidade dos produtos

O Festival irá fomentar o intercâmbio cultural e artísticos aos profissionais da área, além da mostra de teatro de rua com a participação de grupos de Mato Grosso e outros Estados. A iniciativa é da Secretaria de Estado de Cultura (SEC) com os grupos de teatro regionais, sendo que o encerramento em Cuiabá será realizado pelo grupo Tibanaré.

As oficinas "Empreendedorismo criativo mão na massa" e "Pedagogia para o ator" já estão com inscrições abertas e devem ser feitas através do email grupotibanare@gmail.com . Serão ministradas pelos experientes profissionais que atuam na área, Rafaela Cappai e Weber Carvalho, respectivamente.

Mão na massa

A oficina "Empreendedorismo criativo mão na massa", com Rafaela Cappai, terá carga horária de dez horas, distribuídas entre os dias 3 e 4 de dezembro, nos períodos matutino (09h às 12h) e vespertino (13h às 15h), em local ainda a ser definido. É direcionada a artistas, gestores, produtores, ativistas, jornalistas, criativos, entre outros profissionais que já empreendam nas áreas da cultura, economia criativa e/ou terceiro setor, ou que possuem grande interesse em começar a empreender. A participação implica em requisitos como ter mais de 16 anos de idade; possuir acesso à internet; ter vontade de aprender, de trocar, de criar, de se desenvolver.

Pedagogia para o ator

A oficina se desenvolve ao longo de quatro dias (03 a 06/12), com uma carga horária de 12 horas. No período matutino, das 08 às 11h. Desenvolve quatro tópicos em seu conteúdo, que abordam experiências profissionais de Weber Carvalho, que já correu o mundo incrementando sua formação: Wierpoitns (ocidente), Odisse Dance (oriente), Exercícios de Augusto Boal (Teatro do oprimido) e jogos de Eugenio Barba (Teatro Antropológico).
Muitos exercícios são experimentados e como a maioria dos grupos são amadores e não contam com profissionais formados em teatro a tendência e que o grupo viva uma pedagogia de experimentações e diálogo com todas as outras atividades que têm por objetivo potencializar a expressividade e melhorar a oralidade.

Oficineiros

Rafaela Cappai - Artista com mais de 15 anos de experiência em teatro e dança e empreendedora à frente da Espaçonave (http://www.espaconave.org). Como atriz, explora diferentes linguagens, da comédia ao drama. Como bailarina, atualmente se concentra no diálogo entre dança e improvisação, utilizando o estímulo de músicas, cidades e pessoas para criar.

Tem significativa formação acadêmica, inclusive, em empreendedorismo cultural e criativo. Rafaela acumula experiências com gerência de eventos corporativos atendendo clientes como Itaú Private, Coca-Cola e Peugeot; como produtora do FIT, o Festival Internacional de Teatro de Belo Horizonte; e como jornalista de TV, como apresentadora, produtora e repórter da TV Horizonte. Ela tem os olhos bem abertos para novos modelos de negócios, como o co- working, crowdfunding, negócios sociais, coletivos, redes e incubadoras artísticas.

Weber Carvalho - Roteirista, ator bailarino e diretor de teatro. Tem como principais experiências a formação no centro de teatro do oprimido, STI de Anna Borguet e Odisse Dance de Kelucharam Mahapatra. A partir dessas experiências sistematizou jogos para atores e bailarinos, através de uma série de exercícios apresentados por Weber, que já foram experimentados na África do Sul, Tailândia e Índia. Nesses países o diretor aplicou parte de sua pesquisa sobre a dramaturgia rural.

No ano de 2013 ele viajou por nove países e recolheu técnicas utilizadas por atores e bailarinos da America do sul, África, Europa e Ásia, sistematizando dessa maneira uma serie de exercícios para a preparação do ator.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet