Olhar Conceito

Notícias / Arquitetura, décor e design

sucesso

Construtora brasileira leva conceito de venda de apartamentos na planta e faz sucesso entre Chilenos

Da Redação - Priscilla Silva

13 Dez 2013 - 17:57

Foto: Reprodução/Ilustração

Construtora brasileira leva conceito de venda de apartamentos na planta e faz sucesso entre Chilenos
Churrasqueira na sacada, área de lazer, piscina, espaço gourmet, quadra esportiva, academia, espaço kids, sala de reuniões e sala de jogos são alguns dos espaços contidos nos empreendimentos construídos pela Plaenge que surpreenderam os chilenos. Há quatro anos investindo no país andino, a construtora se prepara para ampliar os investimentos no Chile.

Leia mais: Vanguard Home realiza até o dia 20 de dezembro Feirão de Imóveis para quem sonha com a casa própria
Mais brilho para Cuiabá: marca de cristais mais famosa do mundo inaugura loja na capital

O sucesso da Plaenge naquele país se deve ao empreendimento Ipanema Home & Resort, o primeiro projetado de acordo com o mesmo conceito utilizado pela empresa no Brasil. O edifício alcançou o índice de 50% das unidades vendidas antes mesmo da entrega, prevista para março do ano que vem.

Além dos espaços diferenciados construídos pela empresa, um diferencial já comum para os brasileiros levado pela Plaenge ao Chile, são as vendas na planta, como destacou o diretor da Plaenge em Cuiabá, Rogerio Fabian.“Os números indicam que o empreendimento é bem sucedido, pois no Chile as construções são mais rápidas e não existe o hábito de vender imóveis na planta”.

Investimentos

O sucesso do Ipanema consolida uma nova fase de investimentos no Chile, com previsão de triplicar os volumes aportados durante os próximos cinco anos. Fabian explica que a Plaenge entrou no Chile aos poucos, conhecendo o mercado local através de empreendimentos menores e pesquisas para validar algumas ideias que foram implementadas no Ipanema Home & Resort.

As particularidades do mercado e as soluções construtivas adotadas em um país famoso pelos terremotos foram alguns desafios enfrentados pela equipe. “A estrutura é muito reforçada para resistir também aos esforços horizontais. Usamos maior volume de concreto e aço e não utilizamos tijolos nas paredes externas, para evitar acidentes em caso de tremores”, observa.

Com relação ao mercado, uma das diferenças é que a compra do imóvel é vinculada à pré-aprovação do contrato de financiamento. Com isso, o processo de liberação é mais demorado, mas torna-se mais ágil no período de entrega. Outra particularidade é que os chilenos chegam a financiar 95% do imóvel, o que reduz a necessidade de garantir um tempo para poupar o valor relativo à entrada. “Os apartamentos são entregues com armários nos quartos, cozinha planejada e todos os eletrodomésticos. O banco financia o imóvel e as benfeitorias”, revela.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet