Olhar Conceito

Sábado, 05 de dezembro de 2020

Notícias / Artes Cênicas

Crianças contam a história do samba através da música

Da redação - Bruna Gomes

04 Mai 2013 - 11:21

Foto: Arthur Passos

Caçula do Pandeiro e as crianças do projeto em ação

Caçula do Pandeiro e as crianças do projeto em ação

Sambista, Rei Momo, finalista do 2º premio Cultura Viva, candidato a vereador nas últimas eleições e organizador do Projeto Cultural Caçula do Pandeiro, Josimauro Marcelo da Silva (como é conhecido em sua certidão) organiza agora um Espetáculo Cênico Musical inspirado no Samba. “Cuiabaninhos – A história do samba contada por cuiabanos” fará uma viagem pela trajetória do ritmo. Desde suas raízes africanas, a chegada ao Brasil, ícones do gênero no país como Pixinguinha e Cartola e nomes importantes da cultura popular cuiabana, Jejé de Oyá, Marcelo Beleza Pura, Marinho Sete Cordas entre outros. O espetáculo acontece hoje (04) no Clube Feminino, às 20h.

O evento é uma parceria entre Caçula do Pandeiro, organizador do Projeto Cultural Caçula do Pandeiro e Oliver Junior, responsável pelo Projeto No Drugs. Toda a renda será revertida para filantropia sendo 40% para cada projeto e 20% para ajudar Jejé de Oyá, que está com a saúde debilitada e sem condições financeiras de se manter. Caçula enfatiza a importância do evento em diversas direções, primeiramente para a manutenção dos projetos sociais e a ajuda a Jejé de Oyá e depois, a difusão do samba em Cuiabá e Mato Grosso “queremos provar que os cuiabanos também entendem e podem falar sobre o samba”.

Caçula atua em projetos sociais há quase duas décadas e há sete anos criou o Projeto Cultural Caçula do Pandeiro. Com o objetivo de retirar as crianças das ruas e do crime através do samba, a iniciativa atende crianças de 4 à 13 anos, com a única exigência de estarem matriculados na escola. Caçula lembra que “o objetivo não é formar sambistas, mas desenvolver a autoestima dessas crianças para que eles possam ser o que quiser; advogados, médicos, professores e sambistas, se assim preferirem”.

O evento conta com o apoio da Lebrinha, Cerveja Itaipava, Secretaria de Cultura de Cuiabá, Mega Som, Ligraf, Dikas, Primo derlei, Restaurante Bangallô, Lade, Eliane Reis, TNT - energy drink, Governo de Mato Grosso e Comunicação Arte Visual. Os ingressos estão sendo vendidos à R$ 240 a mesa para oito lugares, os pontos de venda são Flamboyan, Chorinho e Sinfonia Bar. Para mais informações ligue: 9680-0144 ou 9232-4145.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet