Olhar Conceito

Sábado, 26 de setembro de 2020

Notícias / Artes Cênicas

Três companhias de dança se apresentam no Sesc Arsenal; Entrada é franca

Da Redação - Stéfanie Medeiros

11 Fev 2014 - 12:02

Foto: Divulgação

Cena de

Cena de

Uma das grandes formas de arte é o teatro. Nele, podemos reunir dança, canto, expressão corporal e performances literárias. Esta semana, três peças que também exploram a dança estão em cartaz no Sesc Arsenal, todas elas com entrada franca, de forma a democratizar o acesso às artes.

Leia mais: Exposição Pensar Clóvis Irigaray perpassa 44 anos de trajetória do artista; um homem à frente do tempo

Na sexta (14), às 20h, começa a peça “Desconexos”, da Cia Arte em Movimento, de Rondonópolis. O espetáculo faz uma reflexão sobre encontros e desencontros de pessoas que são alienadas à tecnologia. Compartilha com o público o amor, a solidão, o desapego e o cuidado. É a dança das simples ações cotidianas. Desconexos é uma nova proposta visual com a tentativa de percepção e leitura de si mesmo. A apresentação não é recomendada para menores de 12 anos.

Já no sábado (15), às 20h, é a vez do grupo de dança Charm Dance, de Cáceres, com a peça “Fragmentos de um pensamento”. Criado com o propósito de difundir as linguagens corporais, “Fragmentos de um Pensamento” traz como criadores os professores, educadores e pesquisadores de danças urbanas Elânio Domingues, Suhmara Untar e Deisiane Ferreira. Trabalhando um contexto filosófico e renascente dentro da sociedade em que vivemos mostrando a capacidade de cada um como ser pensante em seu mundo, fazendo-nos refletir a importância de cada indivíduo como ser único do universo. A peça tem indicação livre.

E para aqueles que tem tempo somente no domingo, a Voo Livre Companhia de Dança, do saudoso Paulo Medina, traz o espetáculo “A leveza da alma”, às 20h, não recomendada para menores de 10 anos. O espetáculo trata de experimentos de movimentações de dança neoclássica, tendo como base a técnica americana criada por George Balanchine (bailarino russo naturalizado norte-americano) e composta com a trilha sonora de Handel e do compositor clássico brasileiro Heitor Villa Lobos. Por tradição, a Voo Livre busca sempre inovar a forma dançaria do corpo e explorar ao máximo as qualidades de cada indivíduo no meio artístico valorizando as linhas e formas da dança neoclássica.

Exposição “Valores mais”, de Clóvis Irigaray

Para aqueles que chegarem mais cedo e quiserem passar o tempo “absorvendo cultura”, a exposição “Valores mais”, de Clóvis Irigaray, continua aberta todos os dias da semana, sendo que de segunda a sexta fica disponível para visitação das 14h às 21h e nos sábados, domingos e feriados, das 16h às 20h. A entrada é franca.

A exposição consiste em um espaço onde é possível visualizar a trajetória do artista ao longo de 44 anos de profissão. “Valores mais” coloca o Irigaray como pivô da contemporaneidade, por conta de ele estar a frente, abrindo caminho através de sua sensibilidade e comprometimento. Ser incomum, ver, sentir, fazer, vivenciar o cotidiano e se confundir com a obra.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet