Olhar Conceito

Domingo, 20 de setembro de 2020

Notícias / Artes Cênicas

O diabo entediado e os dilemas do casamento entram no foco da Cia Falácia

Da redação - Bruna Gomes

08 Mai 2013 - 17:45

Foto: Divulgação

Registro da peça Amor Confesso a ser encenada nesta quinta-feira

Registro da peça Amor Confesso a ser encenada nesta quinta-feira

A Cia Falácia (RJ) inicia a segunda semana de apresentações do Festival Palco Giratório com o espetáculo “A Nova Ordem das Coisas”, a ser exibido nesta quarta-feira (8).  A peça de hoje questiona a essência humana e suas contradições. Mas amanhã tem mais Falácia, com a  “Amor Confesso”, alvo de boas críticas. 

Diretor coloca sua própria história em palco e transforma espetáculo em documentário

No monólogo executado por Alexandre Dantas, “A Nova Ordem das Coisas”, conta história do Diabo, que entediado de seu reinado sem regras, cânones e tradições, resolveu fundar seu próprio ministério, a Igreja do Diabo. Nesse novo projeto os preceitos não são mais baseados na virtude e bondade, mas nas vontades naturais e legítimas. A Igreja torna-se muito popular, mas com o tempo o Diabo descobre seus fiéis à surdina, cometendo bons atos. A peça, baseada no conto a “A Igreja do Diabo” de Machado de Assis, acontece às 20h no Teatro do Sesc Arsenal. A entrada é 1 litro de leite longa vida.

Expondo o dilema “casar ou não casar?”, a Cia Falácia se apresenta de novo na quinta-feira (09) com a peça “Amor Confesso”, às 20h. Misturando o real e o teatral, os atores Claudia Ventura e Alexandre Dantas decidem fazer uma peça para comemorar sua união, no entanto, durante a pesquisa descobrem que a maioria das histórias de casamento não tem final feliz. E agora, casar ou não casar? Com foco no amor como sentimento universal que une os seres humanos, a dupla de atores vive esposas, amantes, maridos e se utiliza de diversos gêneros, como o melodrama, comédia musical e farsa. A apresentação será no teatro do Sesc Arsenal e a entrada é 1 litro de leite longa vida.

O Festival

Palco Giratório é referência nacional no que tange à artes cênicas no país. O projeto está a 15 anos selecionando espetáculos de teatro, dança e circo oriundos de todas as regiões do Brasil e difundindo em escala nacional. Além da ampla difusão destes trabalhos e integração entre os criadores, o Palco Giratório promove o debate e a formação de um público interessado em artes cênicas.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet