Olhar Conceito

Sábado, 05 de dezembro de 2020

Notícias / Artes Cênicas

O diabo entediado e os dilemas do casamento entram no foco da Cia Falácia

Da redação - Bruna Gomes

08 Mai 2013 - 17:45

Foto: Divulgação

Registro da peça Amor Confesso a ser encenada nesta quinta-feira

Registro da peça Amor Confesso a ser encenada nesta quinta-feira

A Cia Falácia (RJ) inicia a segunda semana de apresentações do Festival Palco Giratório com o espetáculo “A Nova Ordem das Coisas”, a ser exibido nesta quarta-feira (8).  A peça de hoje questiona a essência humana e suas contradições. Mas amanhã tem mais Falácia, com a  “Amor Confesso”, alvo de boas críticas. 

Diretor coloca sua própria história em palco e transforma espetáculo em documentário

No monólogo executado por Alexandre Dantas, “A Nova Ordem das Coisas”, conta história do Diabo, que entediado de seu reinado sem regras, cânones e tradições, resolveu fundar seu próprio ministério, a Igreja do Diabo. Nesse novo projeto os preceitos não são mais baseados na virtude e bondade, mas nas vontades naturais e legítimas. A Igreja torna-se muito popular, mas com o tempo o Diabo descobre seus fiéis à surdina, cometendo bons atos. A peça, baseada no conto a “A Igreja do Diabo” de Machado de Assis, acontece às 20h no Teatro do Sesc Arsenal. A entrada é 1 litro de leite longa vida.

Expondo o dilema “casar ou não casar?”, a Cia Falácia se apresenta de novo na quinta-feira (09) com a peça “Amor Confesso”, às 20h. Misturando o real e o teatral, os atores Claudia Ventura e Alexandre Dantas decidem fazer uma peça para comemorar sua união, no entanto, durante a pesquisa descobrem que a maioria das histórias de casamento não tem final feliz. E agora, casar ou não casar? Com foco no amor como sentimento universal que une os seres humanos, a dupla de atores vive esposas, amantes, maridos e se utiliza de diversos gêneros, como o melodrama, comédia musical e farsa. A apresentação será no teatro do Sesc Arsenal e a entrada é 1 litro de leite longa vida.

O Festival

Palco Giratório é referência nacional no que tange à artes cênicas no país. O projeto está a 15 anos selecionando espetáculos de teatro, dança e circo oriundos de todas as regiões do Brasil e difundindo em escala nacional. Além da ampla difusão destes trabalhos e integração entre os criadores, o Palco Giratório promove o debate e a formação de um público interessado em artes cênicas.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet