Olhar Conceito

Domingo, 20 de setembro de 2020

Notícias / Artes Cênicas

Duas Companhias leva morte e palhaçada ao Palco Giratório

Da Redação - Bruna Gomes

11 Mai 2013 - 09:56

Foto: (Foto por: Clara Gouvêa/Reprodução)

Imagens da peça Caetana e Divinas

Imagens da peça Caetana e Divinas

O grupo pernambucano Duas Companhias se apresenta durante todo o fim de semana no Festival Palco Giratório. No sábado (11), as atrizes Lívia Falcão e Fabiana Pirro dão vida ao espetáculo Caetana. O nome é inspirado na forma poética do escritor Ariano Suassuana denominar a morte. Já no domingo (12), se unem à dupla Fabiana e Lívia, a atriz Odília Nunes. Juntas na peça “Divinas” celebram a amizade, a fragilidade e a força na busca pelos sonhos.

Espetáculo de companhia gaúcha explora os sonhos e a realidade do circo

Em Caetana, a rezadeira Benta (Lívia Falcão) após indicar o caminho para várias almas perdidas, se depara com Caetana (Fabiana Pirro), a ditacuja morte. Quando finalmente chega ao além, Benta reencontra as almas anteriormente encomendadas por ela que aparecem em forma de bonecos. O espetáculo, de caráter experimental, se renova a cada encontro com o espectador, que fala nas imagens, nas palavras, nos sons e no imaginário a linguagem poética do humano.

Diretor coloca sua própria história em palco e transforma espetáculo em documentário

Outra preocupação da Duas Companhias é construir um espetáculo que represente a identidade nordestina através de novas linguagens, toda a pesquisa foi realizada pelo encenador espanhol Moncho Rodriguez. A peça será apresentada no teatro do Sesc Arsenal às, 20h. A entrada é 01 litro de leite longa vida.

Juntas, as atrizes Fabiana, Lívia e Odília se transformam nas palhaças Uruba, Zanoia e Bandeira para compor o espetáculo “Divinas”, que acontece no domingo (11), no teatro do Sesc Arsenal. Em meio à brincadeiras, poesia popular e música, elas atravessam diversos tempos e geografias rumo a realização de seus sonhos.

A peça tem música ao vivo comandada pelo percussionista Luca Teixeira e trilha sonora assinada por Beto Lemos. Pensada para ser livre, a estrutura cênica pode ser levada a qualquer espaço, no palco, nas praças, nas ruas, onde for. A apresentação começa às 20h e a entrada é 1 litro de leite longa vida.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet