Olhar Conceito

Sábado, 05 de dezembro de 2020

Notícias / Carreira

Cursos de pedagogia e administração da UFMT receberam nota máxima no Guia do Estudante

Da Redação - Stéfanie Medeiros

10 Set 2014 - 14:15

Foto: Reprodução/ Ilustração

Cursos de pedagogia e administração da UFMT receberam nota máxima no Guia do Estudante
Uma das principais ferramentas dos alunos do ensino médio para conhecer as universidades do país é o Guia do Estudante (GE) da Editora Abril. Com várias edições, o guia avaliou diversos cursos. Dentre estes quarenta e sete da Universidade Federal de Mato Grosso foram ranqueados na avaliação de cursos superiores.

Leia mais: UFMT fica entre as 40 melhores universidades do país; Unic e Unemat ficam em baixa

Estes cursos constarão na lista da publicação GE Profissões Vestibulares 2014/2015, que passa a circular nas bancas a partir do dia 10 de outubro deste ano. Este ano houve um aumento de 28% dos cursos bem avaliados pela revista com relação ao número do ano passado, quando 37 cursos receberam estrelas.

De acordo com a assessoria da instituição, os cursos de Pedagogia e Administração, do campus de Cuiabá, obtiveram nota máxima (5 estrelas - excelente). Vinte cursos receberam 4 estrelas (muito bom), sendo 14 do campus de Cuiabá, cinco do campus de Rondonópolis e um do campus do Araguaia. Outros 25 cursos alcançaram nota 3 (bom).

Segundo a professora Judith Guimarães Cardoso, coordenadora do curso de Pedagogia do campus e Cuiabá, que recebeu nota máxima pelo segundo ano consecutivo, “esse resultado é consequência de um conjunto de ações, como a própria organização do curso, do projeto pedagógico, do trabalho dos docentes e desempenho dos alunos, que têm participado de muitos eventos”. Para ela, esse resultado indica que a equipe está no caminho certo. “No entanto, não vamos nos entorpecer com esse sucesso, precisamos continuar avançando”, lembra a coordenadora, que no momento lidera o processo de reestruturação curricular do curso.

A coordenadora do curso de Administração, do campus de Cuiabá, Daneli Artuzi Pes Backes, também ressaltou o trabalho interdisciplinar desenvolvido pelos docentes do seu departamento e o intercâmbio com o mercado de trabalho como agentes motivadores desse resultado positivo. “Incentivamos nossos alunos e professores a estarem sempre em sintonia com o mercado, aliando prática e teoria, para que eles possam entender a forte relação entre academia, economia e sociedade”, declarou a professora, para quem esse resultado representa credibilidade institucional.

O processo é realizado há 23 anos, e avalia apenas cursos que oferecem titulação de bacharelado (com exceção dos cursos de Pedagogia e Educação Física, considerados prioritariamente licenciaturas), e que possuam turma formada há pelo menos um ano. O corpo de avaliadores analisou os questionários eletrônicos preenchidos pelos coordenadores de curso, respondendo questões sobre corpo docente, pesquisa, pós-graduação, instalações físicas, empreendedorismo, entre outras. Em seguida foram atribuídos conceitos que variaram entre excelente, muito bom, bom, regular e ruim. Depois, esses conceitos foram convertidos em estrelas. Cinco, quatro, três, duas e uma, respectivamente, mas somente serão divulgados aqueles cursos que receberam de três para cima.




Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet