Olhar Conceito

Quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Notícias | Artes Cênicas

nesta terça

Exposição em homenagem ao comediante Liu Arruda traz fotos, vídeos, entrevistas e figurinos; Veja fotos!

Foto: Reprodução

Exposição em homenagem ao comediante Liu Arruda traz fotos, vídeos, entrevistas e figurinos; Veja fotos!
Quinze anos após a morte de Liu Arruda, O Museu Histórico de Mato Grosso e Carlos Jerônimo realizam uma exposição em sua homenagem. Com figurinos, entrevistas, fotos e vídeos de seus personagens, a mostra “Liu Arruda – uma semana de homenagens e 15 anos de saudade” acontece de terça (21) a domingo (26) de outubro.

Leia mais: "Até que o casamento nos separe" chega a Cuiabá e renda será doada a Associação Amigos do Câncer

Numa realização de Carlos Jerônimo em parceria com o Museu Histórico de Mato Grosso serão expostos 24 figurinos de Elonil de Arruda, doados pela família dele para o Museu de Imagem e Som (Misc) que por sua vez os emprestou para esta homenagem.

Os figurinos de “Comadre Nhara”, compadre Juca, Gladstone, da loira Romana e outros foram doados pela família de Elonil de Arruda (Liu) para o Museu de Imagem e Som de Cuiabá (Misc), e emprestados para esta exposição. Eles dividirão espaço, ainda, com um glossário cuiabanês, com as expressões mais usadas pelos personagens de Liu.

Na língua afiada, a expressão mais comum e lembrada era “Xo cú, mierda!”. Além desta, os “simininos” e “simininas” que o irreverente Liu improvisava em suas peças ou por onde passava e outros dialetos quase esquecidos como “digoreste”.

No meio da semana de exposição, acontece também uma homenagem ao artista. No dia 24 (sexta), data que marca a morte de Liu, será realizado um sarau no “Café e Artes”, cafeteria que fica dentro do museu.

Obras do artista Régis Gomes também estarão presentes na mostra, retratando os principais personagens de Liu. Entrevistas com personalidades como Ivens Scaff, Flávio Ferreira, Cícero Mariano, Brasa, Enock Canavalti, Marisa Batalha, e a cantora cuiabana Vera Capilé estarão disponíveis com histórias da vida íntima do artista.



Trajetória

Liu Arruda nasceu em Cuiabá, e além de ator e comediante era também jornalista e músico. Morou na rua 24 de outubro, e seu primeiro contato com o teatro foi por meio de sua vizinha, Teresinha Domingos, que era declamadora de poesias. Fez teatro no Colégio São Gonçalo.

Em 1979, Liu foi para o Rio de Janeiro estudar teatro. Neste mesmo ano participou da primeira montagem da peça “Rio Abaixo, Rio Acima”, de Glória Albuês. No final da década de 80 popularizou seus principais personagens: Comadre Nhara e Juca.

Liu buscava interpretar situações cotidianas. Ramona era uma garota loira cuiabana que fazia de tudo para estar na moda, irmã do hilário hippie Gladstone, filhos de Compadre Juca e da dama da sociedade, Nhara, que era a típica cuiabana sem papas na língua.

Serviço

“Liu Arruda: uma semana de homenagens e 15 anos de saudades”
Data: 21 a 26 de outubro de 2014
Local: Museu Histórico de Mato Grosso (Praça da República, 131, Centro)
Horário: das 09h às 19h

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet