Olhar Conceito

Terça-feira, 07 de dezembro de 2021

Notícias / Turismo

descubra!

A Chapada dos Guimarães já esteve embaixo d'água: Mito ou verdade?

Da Redação - Isabela Mercuri

24 Nov 2014 - 13:36

Foto: Danilo Bezerra - Olhar Direto

A Chapada dos Guimarães já esteve embaixo d'água:  Mito ou verdade?
Muitas pessoas já ouviram falar que a Chapada dos Guimarães foi mar. Algumas acreditam, outras duvidam, e tem aquelas que cantarolam: “O sertão vai virar mar / ta no coração / o medo que algum dia o mar também vire sertão” trazendo a referência nordestina às terras mato-grossenses. A verdade é que os estudiosos já encontraram diversos vestígios de que a região esteve, sim, embaixo d’água, e mesmo visitantes podem verificar algumas das provas.

Leia mais: Equipe do Olhar Conceito conferiu o Circuito das Cachoeiras em Chapada dos Guimarães; Veja como foi

Andando pelo caminho que leva à Cachoeira das Andorinhas, a guia de turismo Nariel Iatskiu, da Agência Chapada Off Road, não tirava os olhos do chão. Quando questionada, explicou que estava procurando “fósseis”. E achou vários.

Os fósseis eram pedrinhas que tinham em si o formato de conchas. “Há 300 milhões de anos tudo isso era mar. Estes são fósseis de conchinhas que se mantiveram nas pedras”, explica Nariel. Ela afirma, ainda, que os fósseis eram muito comuns na cachoeira Véu de Noiva: “Como lá é aberto, as pessoas levavam embora pra casa. Aqui, nós aconselhamos a deixar tudo o que encontrarmos e não levar nada, por isso ainda encontramos os fósseis”.



Outro indício de que a Chapada já esteve embaixo d’água são as marcas nos paredões. Segundo Nariel, a rocha é arenosa e quando você esfrega os dedos, pode sentir ela “esfarelando”. “Nós podemos ver a diferença das cores, e as partes mais escuras são mais recentes”, explicou a guia, apontando para a rocha. Segundo Nariel, no entanto, um geólogo que acompanhou a rota uma vez explicou que aquela formação era vestígio de água doce, e não salgada: “Por ser mais recente, podemos dizer que o rio que corre ali embaixo e desemboca na cachoeira já passou por aqui”, explica.



Os paredões que formam a Chapada são também outro vestígio. A guia de turismo explica que de acordo com diversos estudos, eles já estiveram embaixo d’água há milhões de anos. “As pessoas acham que é mito, ou que é teoria mística, mas é comprovadamente verdade”, afirma.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet