Olhar Conceito

Quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Notícias | Artes Cênicas

da nossa terra

Dançarino do Flor Ribeirinha é o único de Mato Grosso a ganhar prêmio nacional

Foto: Reprodução / Da Assessoria

Dançarino do Flor Ribeirinha é o único de Mato Grosso a ganhar prêmio nacional
O coreógrafo e dançarino do grupo Flor Ribeirinha, Avineer Augusto, foi o único Mato-Grossense vencedor do “Prêmio Nacional Comunica Diversidade – Edição Juventude”, concedido pelo Ministério da Cultura. 

Leia mais:
Inauguração do maior teatro de MT é marcada por lotação e artistas ficam de fora; obras custaram R$ 29 milhões
Grupo Flor Ribeirinha apresenta-se em festival de folclore em Fortaleza

De acordo com a Assessoria, foram premiados 60 jovens de 15 a 29 anos, de todos os estados do Brasil, que desenvolveram iniciativas voltadas à cultura. Avineer, morador da Comunidade São Gonçalo Beira Rio, apresentou a proposta “Siriri – Comunicação e Difusão” e ficou entre os quatro primeiros colocados, com nota 98 (de 0 a 100).

O projeto é uma parceria entre o Ministério da Cultura e a Fundação Universitária José Bonifácio da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Os vencedores do prêmio ganharam R$14 mil cada um.

O prêmio Comunica Diversidade 2014 busca reconhecer e incentivar ações de comunicação para cultura, protagonizadas por jovens, e que dão visibilidade à cultura brasileira.

Avinner


O dançarino é neto de Domingas Leonor e atua no grupo Flor Ribeirinha há 13 anos. Este é o segundo prêmio nacional que ele recebe do Ministério da Cultura , em 2012 o dançarino foi contemplado pelo prêmio “Agente Jovem de Cultura”.

Avineer já desenvolveu trabalhos como oficinas de Siriri nas escolas públicas, em diversos bairros de Cuiabá e outros municípios.

“É com muita satisfação e orgulho que dedico minha vida à cultura popular, junto com a minha família. Luto pela divulgação do nosso Siriri e a preservação da nossa cultura. Dedico esta premiação aos meus pais por me incentivarem, aos grandes mestres como vô Ivo, tio Candí e em especial a minha avó Domingas Leonor que é a razão de tudo isso”, finalizou o dançarino.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet