Olhar Conceito

Domingo, 28 de novembro de 2021

Notícias / Turismo

confira preços

Intercâmbio: Cuiabanos preferem curso no Canadá, mas Argentina tem preços mais em conta

Da Redação - Isabela Mercuri

29 Dez 2014 - 17:00

Foto: Reprodução

Vancouver / Canadá

Vancouver / Canadá

Cada vez mais pessoas buscam a oportunidade de estudar fora do Brasil. Programas de bolsas do Governo Federal, como o Ciência sem Fronteiras, levarão cerca de 100 mil estudantes universitários para diversos lugares do mundo. Mas existem também diversas outras oportunidades de aprimorar outra língua, conhecer novos países e pessoas e aprimorar o currículo.

Leia mais:
Rio de Janeiro, Maceió, Paris ou Nova York: Pra onde é mais caro viajar em janeiro?
A partir de fevereiro, cuiabanos terão nova rota com vôos diretos para Foz do Iguaçu

Segundo o agente de viagens Terry Matfield, da Central de Intercâmbios de Cuiabá, o destino mais procurado pelos mato-grossenses é o Canadá. Ele explica que os intercambistas procuram cursos de inglês, em sua maioria de quatro a 16 semanas, ou cursos de High School (Ensino Médio), de um a dois semestres.

Outros locais comuns para intercâmbio são os Estados Unidos e a Inglaterra. Nos EUA um curso de inglês de um mês, com moradia em casa de família, custa em torno de R$8 a R$9 mil reais, mesmo preço da Inglaterra. Já no Canadá, o custo é cerca de mil reais mais barato.

Em relação à moradia, os números são divididos: “Os menores de 18 anos tem que ficar em casa de família, mas os maiores de idade ficam 50% nessas casas e 50% em residência estudantil”, explica Terry. Segundo o agente, pessoas de todas as idades viajam, mas a maior parte dos intercambistas tem entre 16 e 28 anos.


Buenos Aires (Foto: Reprodução)

Viagens para países que não falam inglês são menos frequentes, mas também acontecem. Dos países que tem o espanhol como primeira língua, a Espanha e a Argentina são os mais procurados: “Intercâmbio para a América do Sul é um pouco mais barato. Um curso de espanhol na Argentina, por um mês, custa cerca de seis mil reais”, explica Terry. Outros países procurados são França e Itália.

São diversos os cursos possíveis de fazer fora do Brasil. De línguas a MBA, o importante é conhecer novas culturas e ampliar o conhecimento.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet