Olhar Conceito

Segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

Notícias / Literatura

Mato-grossenses tem artigo publicado por editora famosa de Londres

Da Redação - Isabela Mercuri

24 Jan 2015 - 15:30

Foto: Reprodução

Mato-grossenses tem artigo publicado por editora famosa de Londres
Dois médicos mato-grossenses terão seus artigos publicados em um livro em Londres. “Glutamine in Clinical Nutrition” será lançado pela editora inglesa Humana Press, referência em artigos médicos no mundo.

Leia mais:
Com apenas 22 anos, escritora cuiabana ganha prêmio nacional de poesia
Livro sobre as riquezas de Mato Grosso é distribuído gratuitamente em órgãos públicos

O urologista Valter Torezan Gouvea Júnior e o cirurgião Cervantes Caporossi foram convidados por causa de um estudo experimental que fizeram em ratos no curso de Pós-Graduação da Universidade Federal de Mato Grosso. O trabalho discute os benefícios do uso da ‘glutamina’ para diminuir os danos aos rins quando o sangue é bloqueado temporariamente de uma região do rim ou do rim inteiro para a remoção de tumores ou para transplantes (isquemia renal).

“Em caso de isquemia as células que estão sem sangue produzem substâncias impuras que podem fazer mal ao paciente e com a glutamina os danos são menores, pois ela oferece proteção parcial nesta agressão”, afirma Valter.

O estudo foi publicado em 2011 na revista nacional Acta Cirúrgica. “Para nós foi uma surpresa termos sido convidados para uma publicação em editora internacional de renome, mas estamos muito felizes de ver que o tema do nosso trabalho vai ajudar pacientes que forem submetidos a transplantes e a retiradas de tumores a terem uma recuperação mais tranquila”, comenta o urologista.

Para Dr. Cervante Caporossi, que é diretor médico do Santa Rosa e coordenador do Programa de Residência Médica do hospital, o convite é um reconhecimento ao estudo realizado por Dr. Valter sob sua orientação e serve para mostrar que Mato Grosso também têm médicos em condições de dar sua contribuição para a medicina mundial: “Na área de rim há poucos estudos do uso da glutamina, mas para nós mato-grossenses é uma oportunidade de mostrar que a medicina no Estado evoluiu, e especialmente a pesquisa na UFMT pode produzir trabalho de grande rigor científico e com resultados de impacto na atividade profissional”, complementa.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet