Olhar Conceito

Quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Notícias / Literatura

visú descolado

Revista é revitalizada e flerta com grafite e interface na web

Da Redação - Rodrigo Maciel Meloni

14 Abr 2013 - 16:50

Foto: Júlia Oga, Marcelo Camargo

Revista é revitalizada e flerta com grafite e interface na web
O Ministério da Cultura (MinC) tem buscado alcançar o público mais jovem por meio de uma série de artifícios. O mais novo pode ser verificado na mudança de identidade visual da nova revista, que aterriza na terra brasilis com visual mais descolado. Um toque moderno busca diferenciar o produto, que corre em busca da valorização do espaço para fotografias. A magazine conta ainda com interface na Web.

Políticas do livro e da leitura voltam para o Ministério da Cultura

São 50 páginas que flertam com o leitor, e tentar proporcionar a ele ampla gama de informações sobre as realizações do ministério. Segundo a assessoria do órgão, todas estão expostas de forma sucinta e valorizadas por uma diagramação arejada, onde o leitor poderá encontrar linguagem acessível, com infográficos explicativos e os manjados boxes 'Você Sabia', que trazem curiosidades sobre a cultura brasileira.

A aposta da primeira edição é destacar em sua capa uma arte em grafite realizada pelo pedreiro Isaac Souza de Jesus, do município de Toledo (PR), onde foi implantado o primeiro modelo dos 360 Centros das Artes e dos Esportes Unificados (CEUs) que serão criados em todo o país.

A ideia, segundo explicou a coordenadora de Comunicação Social do MinC, Montserrat González, foi a de utilizar uma imagem que fizesse uma síntese das principais políticas públicas do ministério. O grafite traz a visão da comunidade de Toledo sobre os CEUs e está pintado em uma parede na entrada do centro cultural da cidade.

Aí a revista se perde um pouco em tentar se identificar com o Brasil cultural como um todo, tendo em vista que os CEUs existem em poucos estados do País. Contudo, a realidade retratada pela arte do pedreiro grafiteiro conversa com todo homem e mulher nascido no país do samba.

Twittosfera

A pasta comandada por Marta Suplicy olha para o umbigo e vê nele a importância vanguardista que o MinC opera em relação às mídias sociais. O ministério foi o primeiro órgão da administração pública federal a criar um perfil na Twittosfera. Hoje já conta com mais de 132 mil seguidores diretos e outros 200 mil indiretos, por meio dos perfis institucionais das secretarias, representações regionais e instituições vinculadas.

Os editais para realizadores negros, que estão obtendo um número recorde de adesões, a re-estruturação da Lei dos Direitos Autorais, a implementação da Lei nº 12.485/2011 sobre as Tvs pagas, que está revolucionando o mercado audiovisual brasileiro, o apoio da Cultura aos grandes eventos esportivos que vão acontecer no país, como a Copa das Confederações (2013) e a Copa do Mundo de Futebol (2014). Tudo isto e muito mais pode ser encontrado nas páginas da Revista do MinC.

A previsão inicial é de uma periodicidade trimestral para as edições da publicação. Neste primeiro número foram confeccionadas matérias de apresentação das principais políticas públicas para a Cultura. As próximas edições devem trazer um a repercussão do resultado da aplicação destas políticas junto à população, ilustradas por matérias com personagens que são usuários dos serviços do MinC.

Onde encontrar

O leitor interessado em conhecer o conteúdo da revista pode acessar a versão eletrônica no endereço ou procurá-la nas Representações Regionais e nas Instituições Vinculadas ao Ministério da Cultura.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet