Olhar Conceito

Quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Notícias | Artes Cênicas

Rio: exposição virtual destaca as icônicas portas ar-déco de Copacabana

 As comemorações pelos 450 anos do Rio de Janeiro vêm motivando iniciativas culturais que chamam a atenção para detalhes dos conhecidos cartões postais da cidade que fogem ao lugar-comum. É o caso do bairro de Copacabana, que teve seu perfil, hoje mundialmente conhecido, definido nas décadas de 1930 a 1950 do século passado, período marcado pelo estilo art-déco na arquitetura.

A partir da construção do Hotel Copacabana Palace, inaugurado em 1923, teve início no bairro um processo de verticalização, com as residências unifamiliares sendo progressivamente substituídas por edifícios de apartamentos. Para atrair compradores até então acostumados a morar em casas elegantes e alavancar a venda dos apartamentos, as imobiliárias encontraram uma forma de atrelar a ideia do luxo aos pequenos detalhes dos prédios: corredores, elevadores, lustres, fachadas e portas de entrada.

São essas últimas que o projeto Portas de Copa, idealizado pela arquiteta Cássia Mota, pretende revelar a partir dia em que a cidade comemora seus 450 anos. Com olhar atento, ela percorreu o bairro, registrando imagens das icônicas portas em estilo art-déco dos edifícios construídos na primeira metade do século 20. A partir das fotos, Cássia criou ilustrações das portas, que serão publicadas, uma imagem por dia, ao longo de todo o mês de março, no site www.portasdecopa.com .

“Escolhi as portas pelo estado de conservação delas, pela beleza - esse é um critério mais subjetivo, confesso, pela imponência e glamour que evocam, e, em alguns casos, claro, pela importância do edifício em si”, conta a arquiteta, que admite uma certa paixão por portas e janelas. “Na minha opinião, as portas de Copacabana têm uma simbologia ainda maior. Elas são testemunhas de um tempo em que o Rio era a capital federal, em que morar em edifícios tinha um certo glamour, em que prestávamos mais atenção aos pequenos detalhes”, disse.

Segundo Cássia Mota, o site foi concebido como uma exposição virtual, na qual são valorizadas apenas as ilustrações. “Cada uma delas conterá uma pequena legenda indicando o edifício e o endereço no bairro. Mas, em paralelo, a fanpage (facebook.com/portasdecopa) alimentará o projeto com mais informações sobre as ilustrações”, explica.

Para viabilizar a execução do projeto, a arquiteta recorreu à plataforma Benfeitoria, de crowfunding (financiamento coletivo). A verba captada foi utilizada para o trabalho de confecção das ilustrações e divulgação e os objetos provenientes do projeto servirão como recompensa para os que apoiaram a produção do site.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet