Olhar Conceito

Notícias / Música

sábado

Fuzzly apresenta repertório autoral que funde psicodelia dos anos 70 e peso dos anos 90

Da Redação - Lidiane Barros

14 Jun 2013 - 18:00

Foto: Jorge Castro

Rafael Arruda, Dark Jordão e Michael Ojeda se apresentam hoje no Canelas e amanhã, na Taberna Balderrama, em Cáceres

Rafael Arruda, Dark Jordão e Michael Ojeda se apresentam hoje no Canelas e amanhã, na Taberna Balderrama, em Cáceres

Uma das bandas mais respeitadas do circuito independente de Cuiabá e figura notável em toda a cena nacional também conquista a América Latina com uma agenda invejável de shows em outubro, pela Argentina e Chile.

"Ex-Isto" mostra uma viagem imaginária do filósofo francês René Descartes ao Brasil

São esparsas as apresentações da banda em Cuiabá, não só como estratégia, mas também por falta de espaço dedicado à sonoridade da banda, então, é bom que os fãs cuiabanos aproveitem a apresentação de hoje no Canelas Rock Bar, a partir das 23 horas. Já no sábado, tocam no reduto underground, Taberna Balderrama, em Cáceres. Depois daí, entram em reclusão para pré-produção do disco Void. Em seguida, gravam o clipe de música homônima, sob a batuta do Studio Cabron que de ilustração, faz suas investidas no audiovisual.

Os shows da Fuzzly costumam ser sempre celebrados porque os músicos afinados – com performances bem apreciadas por quem tem habilidades musicais – se lançam no que alguns chamam de stoner rock e a que eles dão o nome de “música livre”: “rock´n roll lento e chapante”, como traduz o vocalista e guitarrista, Dark Jordão.

A banda que está na ativa desde 2001 foi formada por Dark e o baterista Rafael Arruda, bastante cultuado e com performances comentadas no meio artístico local. A vaga de baixista foi ocupada por vários instrumentistas, mas Michael Ojeda, ao que parece, foi eleito e se mantém firme no posto para engrossar o tom do power trio, afinal, o rock pede!

As mais de 40 músicas que somam no repertório possuem muitas influências de bandas dos anos 70 e 90 e é impossível não conduzirem a plateia a uma espécie de transe daquele sentimento rock´n roll que transcende. “Nosso som possui a psicodelia dos anos 70 e o peso dos anos 90”, dizem em coro.

Daí, referências a “Led Zeppelin, Black Sabath, Blue Cheer, Hawkwind e Soundgarden, entre outras ressoarem sempre”, aponta Michael.

Bem articulado, o trio planeja lançar na Argentina o disco novo. “A receptividade é muito boa, eles valorizam muito o rock, o equipamento e o som são bons”. Já em Cuiabá... bem, ainda falta espaço para tocar e além disso, a disputa com as apresentações musicais regadas a cover, costumam ser desanimadoras.

Adiantando o que os fãs vão ver no clipe eles contam que vai ser sobre um cara perdido, atormentado e perseguido. “Mas não tem um rosto definido”, diz Rafael. Assim como a Fuzzly, cujo rock´n roll cabe bem numa categoria ficção científica, assim como as dezenas de cartazes de divulgação e capas de discos destoantes da realidade produzidos pelos três publicitários.

No site http://fuzzly.bandcamp.com/  você ouve as músicas da banda
No fan page você acompanha agenda da banda

O Canelas Rock Bar fica na rua Canelas Rock Bar fica na rua Vinte e Quatro de Outubro, 416 (entre as ruas Marechal Deodoro e Presidente Marques)

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet