Olhar Conceito

Quarta-feira, 02 de dezembro de 2020

Notícias / Artes Cênicas

Após hiato em 2015, Auto da Paixão volta unindo católicos e evangélicos no espetáculo

Da Redação - Isabela Mercuri

22 Jan 2016 - 11:45

Foto: Divulgação

Auto da Paixão de Cristo de 2013

Auto da Paixão de Cristo de 2013

Mais de duzentos e dez atores, dentre eles profissionais e pessoas em situação de vulnerabilidade farão parte do espetáculo “O Auto da Paixão de Cristo”, que em 2016 volta repaginado e ecumênico, unindo católicos e evangélicos.

Leia mais:
Para conter gastos, peça "Auto da Paixão de Cristo" não será encenada este ano
Rondonopolitana selecionada para o Bolshoi Brasil pede ajuda financeira para continuar na escola

A tradicional apresentação deve acontecer entre os dias 23 e 27 de março, no Memorial Papa João Paulo II, em Cuiabá. Na última quinta-feira (21), o arcebispo de Cuiabá Dom Milton e líderes do Conselho de Ministros Evangélicos de Cuiabá e Mato Grosso, pastor Oscemário Forte Daltro e apóstolo Jomar Freitas, se reuniram para firmar a parceria para divulgação e participação em grupos de trabalho específicos.


Reunião sobre o Auto (Foto: Jana Pessoa / Secom MT)

Para o Auto em Cuiabá será criada uma cidade cenográfica inspirada em Jerusalém, tornando-o a segunda maior apresentação a céu aberto no país, e o maior projeto do tipo neste ano no Centro-Oeste. O público esperado, baseado nos outros anos, é de cerca de 15 mil pessoas por apresentação. A entrada é gratuita.

Para o secretário da Secretaria de Trabalho e Assistência Social (SETAS), Valdiney Arruda, o formato ecumênico será o segredo para o sucesso: “Vamos promover o turismo religioso, a inclusão socioprodutiva do público vulnerável, a economia criativa e ainda estamos unindo evangélicos e católicos em torno deste grandioso evento”.

A inclusão socioprodutiva promovida pela Setas se dá na formação do elenco, já que egressos do trabalho escravo, refugiados estrangeiros, trabalhadores do aterro sanitário de Cuiabá, adolescentes das Casas Lares, internos de comunidades terapêuticas e adolescentes que cumprem medida socioeducativa farão parte do espetáculo, e todos serão remunerados.

O Auto da Paixão de Cristo será patrocinado pela Lei Rouanet e contrapartida do Governo do Estado. O evento terá feira de artesanato e gastronomia, espaço lúdico, espaço religioso, área de convivência, palco para shows gospel e outras apresentações culturais.

O primeiro ensaio, sob a coordenação do grupo Cena Onze, acontece no próximo sábado (23), a partir das 14 h, no Colégio Master, na Capital.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet