Olhar Conceito

Sábado, 05 de dezembro de 2020

Notícias / Artes Cênicas

Artistas revivem performance do grupo Gambiarra em lançamento de livro sobre Liu Arruda

Da Redação - Isabela Mercuri

12 Jul 2016 - 17:10

Foto: JL Siqueira/ ALMT

Artistas revivem performance do grupo Gambiarra em lançamento de livro sobre Liu Arruda
O lançamento do livro “Liu Arruda: A travessia de um bufão” aconteceu na noite da última segunda-feira (11) no Foyer do Teatro Zulmira Canavarros, na Assembleia Legislativa do Estado. Além do autor, Ivan Belém, estavam presentes atores que movimentaram o teatro cuiabano nos anos 80 e 90, como Claudete Jaudy, Wagton Douglas Fonseca, Vital Siqueira, Maria Tereza e Meire Pedroso.

Leia mais:
Jovens cuiabanas vencem Prêmio Nacional e terão seus poemas publicados e distribuídos em livro

Os artistas realizaram uma performance e relembraram os tempos do grupo Gambiarra, o qual Liu Arruda participava. Em uma postagem no Facebook, o jornalista Eduardo Ricci pontuou, também, que Raoni Ricci teve a oportunidade de cantar junto a sua mãe, Meire Pedroso, durante o lançamento.

Liu Arruda foi comediante, jornalista, professor, ator, cantor, diretor e um dos grandes nomes da cuiabania. Criador de personagens como Comadre Nhara, Juca, Ramona, Sinhá Dedê e Gladstone, o artista chegou a estudar teatro no Rio de Janeiro e, de volta a Cuiabá nos anos 80, foi um dos criadores do primeiro grupo de teatro de rua da capital mato-grossense, o grupo Gambiarra.

Junto a ele na fundação estava Ivan Belém, que em 2012 iniciou seu projeto de doutorado que resultou, quatro anos depois, no premiado livro sobre o bufão. Longe da pretensão de fazer algo imparcial, o autor afirma que a ideia do texto era fazê-lo de forma participativa.

O grupo Gambiarra surgiu em um momento que os cuiabanos precisavam recuperar a auto-estima. Com a vinda de diversos migrantes para cá, Liu era um dos que usavam o sotaque e os trejeitos da terra para mostrar o orgulho da cuiabania.

“Liu Arruda: A travessia de um bufão” foi um dos livros premiados no 1° Prêmio Mato Grosso de Literatura, oferecido pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC). Ele recebeu R$20 mil para investir na edição da obra.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet