Olhar Conceito

Quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Notícias / Artes visuais

Artistas podem inscrever produções em edital de circulação e levá-las a todo o estado

Da Redação - Isabela Mercuri

02 Set 2016 - 17:07

Foto: Reprodução / Ilustração

Artistas podem inscrever produções em edital de circulação e levá-las a todo o estado
Artistas e produtores culturais do estado de Mato Grosso tem até o próximo dia 30 de setembro para se inscrever no segundo edital do Circula MT, iniciativa da Secretaria de Estado de Cultura que tem por objetivo levar produções artísticas e ações educativas para fora de suas cidades natais, chegando a toda extensão do território mato-grossense.

Leia mais:

Circula MT leva espetáculos a Poconé, Poxoréo e roda de choro à Praça da Mandioca nesta semana

O edital vai selecionar quinze projetos de música, seis de teatro, quatro de dança, três de circo e seis de artes visuais. Cada um dos aprovados deve apresentar pelo menos um espetáculo ou exposição por município, em um número mínimo de municípios também (projetos de música e artes visuais devem circular por no mínimo três municípios; os de teatro e dança, cinco e os de circo, devem passar por seis cidades).

"Ao tornar possível a circulação de espetáculos em lugares de difícil acesso ou em comunidades em que é rara a oferta cultural, o Circula MT revela a potencialidade da arte como instrumento transformador, além de provocar a formação de uma rede de mobilização de artistas e parceiros. Recebem melhor pontuação as propostas que estabeleçam parcerias para ampliar o número de municípios atendidos", explica o secretário de cultura Leandro Carvalho.

Em 2015, na primeira edição do edital, mais de cem artistas do estado desenvolveram pelo menos 300 ações culturais em 50 municípios. De acordo com a assessoria, o Circula MT alcançou extremos de Mato Grosso, chegando também a aldeias, glebas e quilombos. Os xavantes da aldeia Wederã, por exemplo, assistiram a uma peça de teatro pela primeira vez.

Para se inscrever no Circula MT, basta acessar o MAPAS pelo SITE OFICIAL da Secretaria.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet