Olhar Conceito

Sexta-feira, 07 de agosto de 2020

Notícias / Dra. Elaine Togoe Kunze - Dermatologista

Dermatologista fala sobre o 'ultrassom multifocado': lifting facial

Dra Elaine Togoe Kunze

19 Jan 2017 - 09:12

Foto: Da Assessoria

Dra Elaine Togoe Kunze

Dra Elaine Togoe Kunze

Depois de umas férias de final de ano, é com imenso prazer que retorno à nossa sequência de conhecimentos sobre os lasers, suas indicações e seus resultados. Continuaremos a entender sobre cada tipo, e não achar mais que possuem o mesmo objetivo e que podem ser feitos em qualquer pele ou qualquer idade.

Leia mais:

Dermatologista ensina como ter mais colágeno na pele com a Radiofrequencia Fracionada

Quando falamos a palavra: flacidez , ou a frase: Aqui esta caído. Já entramos em desespero. Mas, mantenha a calma, pois a cirurgia pode ser desnecessária ou retardada, dependendo do caso. Antes de se pensar em cirurgia para realizar um lifting facial, temos uma opção que não necessita de centro cirúrgico, nem pontos para ser realizado e apresenta ótimo resultado.

Hoje falaremos sobre o Ultrassom Microfocado, que por sinal, não é um laser, e sim, um ultrassom, pois emite ondas sonoras e não luz como os lasers. Existem vários nomes comerciais: *Solon, *Doblo, *Ulthera e muito mais... é conhecido como Lifting facial sem cortes. Sem cortes??pontos??? Como assim?? Pois é, para aqueles que tem receio de cirurgias ou querem retardar esse acontecimento, atualmente já existe um tratamento que atingirá a musculatura da face, “papada e pescoço obtendo um resultado de suspensão facial. Agora questionamos como isso ocorrerá sem nem um pontinho...

Existe uma parte da musculatura chamada Sistema de Músculo Aponeurótico (SMAS), em que ao realizar os disparos (aquecimento promovido pelas ondas de ultrassom entre 60 e 70 graus Celsius) são criados milhares de pontos profundos de coagulação na musculatura, e, para “curar” os micropontos agredidos, o organismo iniciará um processo inflamatório através do qual a porção de tecido afetada pelo ultrassom será absorvida pelo sistema imunológico, liberando citocinas, moléculas que atrairão os fibroblastos, células responsáveis pela formação de colágeno tipo 3 , provocando desnaturação e contração do SMAS. Sendo assim, apresentando um efeito lifting devido à contração e a cicatrização que uniu pontos afetados pelo Ultrassom.

É realizado uma sessão de aproximadamente 1 hora de duração e o resultado vai se intensificando nos próximos 3 meses, pois dependemos de toda a resposta natural de nosso organismo. A indicação correta são pessoas com flacidez facial leve à moderada e o resultado pode durar 12 à 18 meses.

Sempre bom lembrar, que é um procedimento médico, devendo ser realizado por dermatologistas. E uma notícia melhor ainda é que pode ser feito em áreas do corpo para as terríveis regiões que nos amedrontam... rsrsrs... Mas isso será um assunto abordado futuramente (cenas dos próximos capítulos).

Abraços a todos!!

Redes Sociais

Sitevip Internet