Olhar Conceito

Segunda-feira, 30 de novembro de 2020

Notícias / Artes visuais

Após voltar do Xingu, exposição fotográfica se instala em Chapada dos Guimarães

Da Redação - Isabela Mercuri

10 Out 2018 - 14:01

Foto: da Assessoria

Após voltar do Xingu, exposição fotográfica se instala em Chapada dos Guimarães
A exposição fotográfica ‘Olhares Ocultos, Paisagens Perceptíveis’, do fotógrafo documentista Henrique Santian, chega a Chapada dos Guimarães no próximo sábado (13), após uma longa viagem pelas terras indígenas do Xingu. A mostra é composta por 20 imagens, e traz as diferentes características dos biomas do estado de Mato Grosso, em especial o Cerrado, Amazônia, Araguaia e Pantanal.

Leia também:
Artista visual mato-grossense expõe fotos de processo de catalogação botânica

De acordo com a assessoria, a exposição foi contemplada pelo Edital Circula MT (2016) do Governo do Estado de Mato Grosso, através da Secretaria de Estado de Cultura. Santian registrou ambientes naturais e em transformação, prostrando-se a um olhar documental artístico.

No Xingu, Santian foi à aldeia Ulupuwene, onde instalou a primeira montagem durante o ritual do Kaumai ou Kuarup. “As crianças Waujá da aldeia Ulupuwene despertam a imaginação com as formas e cores das imagens apresentadas. Muitas delas estão tendo a primeira experiência em ver uma mostra fotográfica em sua aldeia”, relata o fotógrafo.

Santian também fez uma oficina de fotografia no local. Foram montadas 20 imagens impressas em canvas (material de pano de tela), o que segundo Santian, revela a identidade da Exposição e desperta a curiosidade. “Um momento de reflexão sobre a vida, o entardecer nos traz uma noite escura de lua nova, o céu é encoberto por infinitas estrelas onde é possível perceber cada movimento de Luz. Os Waujá nos saudaram com flautas nesta noite de contemplação”.

Já em Santiago do Norte, em Paranatinga, a exposição foi montada na Escola Municipal do Campos Alcides Visoni, onde a própria comunidade escolar ajudou na montagem. “Agradeço a professora Manuela e todos os alunos que fizeram a montagem da mostra, e aproveitaram para debater temas socioambientais através das fotos apresentadas”, diz Santian.

As fotografias impressas para cada localidade são doadas e, a partir delas, professores e comunidades podem realizar atividades educativas, reflexões sobre a vastidão do estado de Mato Grosso e a conscientização ambiental.

Em Chapada, a abertura será realizada na rua Quinco Caldas 164, bairro Centro (Chapada dos Guimarães), na rua da  Feirinha da Sustentabilidade entre o Paradinha bar e Bodega. O evento será no sábado (13), a partir das 20h, ao som do Camerata Jazz.

Na segunda-feira (15), a mostra segue para o Centro de Atendimento ao Turista (CAT), também em Chapada dos Guimarães, a partir das 17h. Depois disso, fica aberta ao público, no local, das 7h às 18h. (Endereço: Av. Perimetral, s/nº, bairro Bom Clima).

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet