Olhar Conceito

Notícias / Artes Cênicas

dança folclórica

Flor Ribeirinha já passou pela França e segue na Holanda em maior turnê da história

Da Redação - Isabela Mercuri

01 Jul 2019 - 11:20

Foto: Da Assessoria

Flor Ribeirinha já passou pela França e segue na Holanda em maior turnê da história
Diretamente do quintal da Dona Domingas, no São Gonçalo Beira Rio, o grupo folclórico Flor Ribeirinha segue, até o próximo dia 5 de agosto, na maior turnê já realizada por um grupo brasileiro na Europa. Os bailarinos, que estão na Holanda, já passaram pela França e Bélgica e vão, ainda, para a Alemanha. Em cada país, visitam diversas cidades e se apresentam em diferentes festivais.

Leia também:
Grupo de Cáceres apresenta espetáculo baseado na obra de Luiz Gonzaga no Cine Teatro

De acordo com a assessoria, as apresentações tiveram início em cidades francesas. "Foram apresentações de 90 minutos cada uma, onde mostramos as danças das regiões brasileiras. Fomos bem recebidos e isto nos encheu de orgulho. Nos deu mais incentivo para continuar a nossa luta", afirma Avinner, coreógrafo e diretor artístico do grupo.

O grupo também esteve na Bélgica, onde se apresentou no Festival Meiboom e no 36º Festival Mundial de Folclore de Saint Ghislain, que reune companhias de dança de vários países. "Estar ao lado de grandes companhias de dança, foi uma honra para nós. Este festival foi um dos mais bem estruturados que conhecemos. Participamos com a diversidade de cultura que o Brasil oferece. Destacamos o nosso siriri e o nosso rasqueado cuiabano. Os ritmos encantaram o público, com uma energia fantástica", completa o coreógrafo.

Na Holanda, o Flor Ribeirinha se apresenta no festival Warffum. "Nos gratifica muito representar o Brasil e o nosso Estado, com as nossas tradições. São inúmeras apresentações, mas todos sobem aos palcos com muita dedicação e alegria", afirma a presidente e fundadora do grupo Flor Ribeirinha, Domingas Leonor da Silva.

O espetáculo 'Mato Grosso Dançando Brasil' une danças tradicionais da cultura popular brasileiras, representando as diferentes regiões. São apresentadas desde a região Centro Oeste, com o siriri o rasqueado, até o Norte, com a dança do boi bumbá, uma manifestação de Parintins, e o carimbó, passando pelo Sul com a dança gaúcha, pelo nordeste com o frevo e o sudeste, com o samba.

O grupo Flor Ribeirinha foi selecionado para os festivais devido à sua qualidade artística e por representar a pluralidade da cultura brasileira, explica o diretor executivo e cantor do grupo, Jeferson Guimarães Rosa. A última etapa da turnê será na Alemanha, onde o grupo vai se apresentar em Neustadt,  na 30ª edição do Festival Europeu de Folclore.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet