Olhar Conceito

Terça-feira, 30 de novembro de 2021

Notícias / Gastronomia

única forma

Empresária decide vender vouchers para não demitir nenhum funcionário durante pandemia

Da Redação - Isabela Mercuri

23 Mar 2020 - 14:05

Foto: Arquivo Pessoal

Empresária decide vender vouchers para  não demitir nenhum funcionário durante pandemia
Em meio a uma crise que assola todo o mundo, comércio e restaurantes buscam formas de sobreviver ao caos. Para a mato-grossense Francyne Rabaioli, 38, que trouxe sua empresa, o restaurante 'Canto’, de Rondonópolis para Cuiabá no último mês de setembro, a maior preocupação tem sido em manter os funcionários. Para isso, ela decidiu investir em um sistema de vouchers, que terá 100% da renda revertida às necessidades dos colaboradores.

Leia também:
Por precaução, McDonalds fecha salões e vai atender somente delivery e drive thru
 
Segundo Francyne, trabalham em sua empresa 25 pessoas, sendo que oito delas vieram junto com a empresária do interior. O movimento estava em crescimento nos últimos meses.
 
“Não temos capital de giro. Nos esforçamos muito para vir para cá… Lá deixamos imóvel próprio, aqui pagamos aluguel. Então nosso valor é semanal para compras e funcionários”, explica. “Me preparava para dar um vale na terça quando tudo aconteceu”.
 
Nesta última semana, o restaurante não atingiu nem 10% do giro semanal. E foi então que Francyne decidiu usar um artifício que já tinha – os vouchers – para manter seus funcionários.
 
“Me deu muita tristeza ver os rostos aguardando que a gente não abandonasse eles. E eu decidi não demitir ninguém. Não vou abandonar ninguém agora, não viveria em paz, porque se eu soltar essa pessoa no mercado agora, ela não vai ter para onde ir”, lamenta.
 
A venda dos vouchers começará na próxima terça-feira (24). Os clientes que adquirirem poderão utilizar assim que tudo voltar ao normal. Para manter o restaurante, fornecedores e boletos menores, a empresa vai utilizar o valor do delivery – que também foi uma ‘novidade’ imposta de última hora, e é preparado pela própria equipe, que cozinha, lava e embala. “Cada entrega uma lágrima uma emoção mesmo. Queremos sobreviver a tudo isso”, declara. Ficam dispensados quem depende de transporte público, quem tem alguém em situação de risco em casa ou filhos.
 
“Está tudo muito incerto. Não consigo ainda mensurar o tamanho do buraco que isso vai nos causar. Mas o Canto hoje eh uma família, temos amor por aquele lugar. Não vamos desistir fácil. Não é meu perfil desistir. Independente do tamanho do buraco, eu vou vê-lo voar novamente”, finaliza a empresária.

Serviço

Telefones para adquirir o voucher: (65) 3027.7337 / (65) 99626.8030
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet