Olhar Conceito

Sábado, 26 de setembro de 2020

Notícias / Artes Cênicas

Teatro de Brinquedo aposta em criação literária de jovens escritores locais

Da Redação - Lidiane Barros

28 Ago 2013 - 16:24

Foto: ilustração

Ilustração desenvolvida pra pensar o espetáculo repleto de histórias e dramas

Ilustração desenvolvida pra pensar o espetáculo repleto de histórias e dramas

Amparados pela “mãe das artes”, a literatura, o Teatro de Brinquedo revela sua faceta dramática em palco e ainda, coloca à prova as pesquisas que seus integrantes têm desenvolvido tendo o corpo do ator como eixo. Nesta quarta-feira (28), o grupo leva textos de autores locais para o palco do Sesc Arsenal, às 20 horas pelo projeto Poesia, Versos e Cordas. Ainda que dedicados ao teatro de bonecos, desta vez eles se atentam para a “presença de palco” de contos, poesias e crônicas.

Teatro de Brinquedo ministra oficina pautada na interação entre corpo do ator e objeto

A fonte para criação do novo trabalho foi um grupo de produção de textos no Facebook que guarda várias produções de jovens autores locais, o (h)alíterários deu também nome ao espetáculo. Os literatos escolhidos foram Marianna Marimon, Jaime Rosato, João Ninguém, Caio Mattoso, Raquel Mützenberg, Rany Carneiro, Thales Mendonça e Walker Dantas.

“Selecionamos os textos que nos tocaram. Tentamos identificar temas em comum, tipo solidão, amor, sexo, liberdade, morte e vida, mas durante a montagem, a costura entre os textos não obedeceu essas "etiquetas" que demos a cada texto. O que pesou mesmo foi o que nos tocou e que nos toca até hoje. A cada ensaio, surgem coisas novas principalmente nos textos que mais gostamos e temos que nos segurar para parar de criar e apenas ensaiar o que já está definido”, testemunha a atriz Raquel Mützenberg.

Esse processo criativo do Teatro de Brinquedos tem se intensificado. Ao assumir para si os conflitos encontrados nos textos – seleção feita por Raquel e Millena Machado -, o grupo Teatro de Brinquedo traz, por meio da pesquisa em teatro físico e dança contemporânea, uma narrativa poética que se faz cômica e trágica ao mesmo tempo.

Criado em 2005  conta hoje com nove integrantes, entre atores, produtores, músicos, bailarinos, figurinista e cenógrafo. A equipe é jovem, com idades entre 19 e 24 anos, mas a experiência nos palcos já soma sete anos de muito trabalho e pesquisa com teatro.



Oficinas

O Teatro de Brinquedo ministra desde o dia 12 de agosto o curso “Dramaturgia do Ser e Não-ser”, voltado à pesquisa do corpo no teatro de formas animadas. São trabalhadas técnicas de voz e corpo, além da vivência e rotina do ator para a pesquisa cênica. Ainda há vagas e para se inscrever não é necessário ter experiência prévia com teatro. Os encontros são todas as segundas e quartas-feiras, das 14h às 16h, no Museu da Imagem e do Som de Cuiabá (Misc), que fica na esquina da rua Voluntários da Pátria com a rua Sete de Setembro, nº 75, no centro histórico da capital. Inscrições e informações: teatrodebrinquedo@gmail.com.

Serviço:
Espetáculo (h)aliterários

Data: 28 de agosto (quarta-feira)

Hora: 20h

Local: Sesc Arsenal

Entrada gratuita

Classificação: 14 anos

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet