Olhar Conceito

Quinta-feira, 04 de março de 2021

Notícias / Política Cultural

Deixando a Cultura, Vuolo garante entrega da Casa de Bem-Bem em um ou dois anos

Da Redação - Isabela Mercuri

11 Jan 2021 - 14:54

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Casa de Bem Bem em 2020

Casa de Bem Bem em 2020

Francisco Vuolo deixou a Secretaria Municipal De Cultura, Esporte e Turismo após três anos e meio no cargo, para assumir outra pasta, a de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico. Apesar de ter realizado diversas obras durante a última gestão, algumas obras não finalizadas ficaram para trás. Uma delas é a revitalização da casa de Bem-Bem, que o secretário afirma que devem ser entregues em um ou dois anos.

Leia também:
Conselho pede a Emanuel indicação de ator ou maestro para a Cultura; ex-vereador fora da lista

“Houve aquele incidente com a empresa, e ocorreu o que ocorreu. Seguimos todos os ritos de responsabilidade, conseguimos fazer a obra de contenção para que segurasse, para que não viesse a cair totalmente, e no final do ano passado foi concluído o processo de licitação para contratação de uma nova empresa, para que pudesse iniciar agora o restauro”, explicou, durante entrevista à Rádio Capital na manhã desta segunda-feira (11).

Ainda segundo Vuolo, ainda neste mês de janeiro será entregue a Ordem de Serviço para que as obras sejam reiniciadas. “Acredito que em um ano, no máximo dois anos, estaremos com ela restaurada para poder ser devolvida à sociedade”, completou.

Dutrinha

Sobre o estádio ‘Dutrinha’, o secretário garantiu que está pronto e deve ser entregue em poucos dias ou semanas. Segundo Vuolo, o processo foi complexo e, por este motivo, demorado. “É uma reforma de um espaço que foi inaugurado em 1952, e nunca o Dutrinha recebeu o investimento que recebeu na gestão de Emanuel Pinheiro”, pontuou.

De acordo com o secretário, as obras começaram em 2019, somente com recursos próprios, e tiveram três etapas. A primeira, feita pela Secretaria de Obras, garantiu a acessibilidade, a segunda, pela Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, que ficou responsável pelos vestiários, cabine de imprensa e gramado, incluindo sistema de drenagem e irrigação igual ao da Arena Pantanal, a iluminação, feita de LED por trás das arquibancadas, além de tribuna de honra com sala VIP, muro refeito, lanchonete, banheiro e bilheteria reformados.

Agora, a terceira fase está sob responsabilidade da Secretaria de Meio Ambiente, com a reforma da área externa, calçamento e arborização.  “Vamos inaugurar ali [também] o Memorial Do Estádio, que vai contar revivendo por meio de fotografias, imagens, vídeos. Vale lembrar que este é o único estádio de Mato Grosso que recebeu o Pelé, em 1965, em um jogo do Santos contra o Dom Bosco, em que o Santos ganhou de 6 a 2”, lembrou.

Aquário Municipal

Apesar de a obra estar sob responsabilidade da Secretaria de Meio Ambiente, Vuolo também comentou que ela deve ser entregue, provavelmente, até o aniversário de 302 anos da capital, em 8 de abril de 2021. “Infelizmente não tinha projeto, a obra foi feita sem consistência técnica adequada, passou um tempo para refazer o projeto, eu não posso precisar a data, mas é uma prioridade do prefeito, talvez até o aniversário desse ano saia”, disse.

Em janeiro de 2020, a Secretaria de Meio Ambiente prometeu a entrega até o aniversário de 301 anos. Antes disso, em 2019, o prefeito Emanuel Pinheiro chegou a prever que o Aquário seria entregue no dia do aniversário de 300 anos. Ele está fechado desde 2016, e foi inaugurado pela primeira vez em 2000. Em 2009 o local fecho pela primeira vez para reformas, e foi reaberto em 2014 para a Copa do Mundo. Em 2016, no entanto, foi fechado novamente, e não abriu as portas quando a revitalização da Orla do Porto terminou.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet