Olhar Conceito

Sábado, 26 de setembro de 2020

Notícias / Artes Cênicas

Cavalhada de Poconé movimenta cerca de 10 mil pessoas

Da redação - Bruna Gomes

05 Jun 2013 - 09:15

Foto: Felipe Barros

Cavalhada de Poconé movimenta cerca de 10 mil pessoas
Uma das manifestações culturais mais antigas e tradicionais de Mato Grosso aconteceu neste domingo (02), em Poconé. Desde os cavalos até os cavaleiros, todos estavam ornamentados de cetim, bordados, franjas e prontos para batalhar. A encenação da luta entre mouros e cristãos movimentou não só os participantes, mas aglomerou cerca de 10 mil pessoas no evento.

A Cavalhada vem de longe e foram os portugueses que trouxeram, por volta de 1770. Originalmente o festejo é uma homenagem à chegada do capitão general e governador de Mato Grosso, porém, fixada no estado há tantos anos ela se tornou uma tradição que lembra e celebra nossas origens. Toda a ação se desenvolve em torno do conflito entre mouros e cristãos, ambos compostos por 12 cavaleiros e seus respectivos pajens; os mouros de vermelho e os cristãos de azul.

A batalha começa com o rapto da rainha pelos mouros, a partir de então, os cavaleiros vão à luta ao som do repique da "caixa", um peculiar instrumento de percussão compassado ao trote dos cavalos e o tilintar dos guizos. Além desta encenação, há também Baile dos Cavaleiros, a Festa da Iluminação (com espetáculo pirotécnico), a Dança dos Mascarados e apresentação Siriri e Cururu.

A cavalhada ocorre em Poconé todos os anos, durante a Festa de São Benedito. O único período em que se ausentou da cidade foi entre 1956 e 1990, mas retornou em 1991. A festa continua até hoje e promete não parar tão cedo, causando grande movimentação na cidade e arredores.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet