Olhar Conceito

Quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Notícias / Tecnologia

Empresa em Cuiabá instala 'cinema em casa' por até R$1 milhão

Da Redação - Isabela Mercuri

01 Abr 2016 - 14:24

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Equipamento de Home da Meridian: só para o áudio, o investimento é de R$650 mil

Equipamento de Home da Meridian: só para o áudio, o investimento é de R$650 mil

Um cinema dentro da própria casa. Ou uma experiência ainda melhor. Isso é o que a Solução Home Theater e Automação busca oferecer a seus clientes. Há 14 anos no mercado cuiabano, a loja já se consolidou como uma das maiores revendedoras da ‘Som Maior’, batendo a meta de 30 anos da marca em seu segundo ano de revenda. Hoje, o cliente encontra homes de R$20 mil a R$700 mil – e se depara com uma experiência única.


Alisson Alves, proprietário da Solução Home Theater e Automação (Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto)

Leia mais:
Por dentro da Casa Cor: Conheça as caixas de som que custam R$600 mil

‘Home Teather’ é o nome que se dá à união de aparelhos que montam um cinema em casa. A grande diferença entre ter ou não estes aparelhos está na qualidade do som, já que no sistema ‘surround sound’ (utilizado nos homes), o espectador consegue perceber cada som de uma forma diferente, e vindo de um canto diferente da sala, atingindo todo o ambiente.

A versão mais comum dos homes, e a que é utilizada pela Solução, é a de formato DTS 5.1. Ou seja, para distribuir melhor os canais de som, a aparelhagem é composta de cinco ‘caixas’ e um receptor, que ficam posicionados estrategicamente.

A tecnologia pode ser complicada para os leigos, e é por isso que a Solução não vende aparelhos avulsos: “Você pode chegar aqui e falar que quer comprar o Home e levar pra sua casa, oferecer o quanto quiser, que eu não vou te vender. A gente tem que ir até a casa do cliente, acompanhar, junto com um arquiteto, o projeto de infraestrutura, a parte elétrica, e depois eu volto, quando estiver tudo pronto, pra colocar cada caixa no lugar onde deve estar”, explica o gerente comercial e técnico da empresa, Wellington Junior.

Segundo o gerente, o técnico deve ir até a casa, sentar-se no centro do ambiente e, dali, calcular a distância exata de cada aparelho. Em um ambiente feito especialmente para se tornar uma ‘sala de cinema’ tudo influencia: as luzes, os móveis, a cortina e até o tapete. E é por isso que é preciso trabalhar em conjunto.


Sala montada no show room da empresa; Aparelhagem de Home custa R$500 mil (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

Preços


Os preços de aparelhos de Home Teather variam principalmente pela forma de reprodução, que pode ser ‘High Fi’ ou High End’ (que importam mais do que a potência dos sons vendidos ali, que chegam até a três mil wats). High-Fi é a denominação dada à reprodução de áudio feita com a maior fidelidade possível, com minimização de ruídos e distorções.
Os aparelhos High End, por sua vez, são ainda de melhor qualidade, só possuem componentes de última geração e são projetados e construídos para durar anos mantendo o mesmo desempenho, além de serem fabricados artesanalmente e em pouca quantidade.

Quem procura um Home Theater Hi-Fi, hoje, pode pagar a partir de R$20 mil (somente nos aparelhos de som, sem contar com a projeção, com o controle e outras especificidades). Para aparelhos Hi-End, por outro lado, o preço inicial vai para R$49 mil.

Conforme aumenta a qualidade, a fidelidade do som e a capacidade dos aparelhos, aumentam também os preços. O Home de maior qualidade, hoje, é um da Meridian que custa em torno de R$650 mil. (A solução só trabalha com caixas da B&W e da Meridian).

Além de trabalhar com os aparelhos de som, a Solução também oferece projetores (de R$18 a R$200 mil) com resolução full HD e até tecnologia 3D. Segundo Wellington, os projetores são uma boa alternativa para ambientes pequenos: “Você não consegue colocar uma televisão de 92 polegadas em um ambiente pequeno sem ser agressivo, porque a TV é a união de muita cor e muito contraste”, explica.


Home instalado em um ambiente pequeno (Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto)

A desvantagem seria que, por não possuir este ‘contraste’, o projetor deve ser colocado em um local escuro para que a imagem fique com melhor qualidade. “Para quem não quer comprar um projetor, no entanto, nós indicamos as televisões que ficariam melhor com o projeto”.

Consumo e controle


Mais uma preocupação deve ser levada em conta para quem quer realizar o sonho de ter um cinema em casa: a energia elétrica. O projeto de um home theater pode ser feito mesmo em uma casa que já está construída, mas é impossível colocar todo o sistema dividindo um circuito elétrico com outros aparelhos: “Eu preciso de um circuito específico para o home, não dá pra ser o mesmo do ar condicionado e da geladeira, por exemplo”, explica Wellington.


Software que controla os aparelhos, num tablet (Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto)

Além de tudo isso, a Solução proporciona mais um conforto aos clientes. Como são muitos os aparelhos que compõe um home, seriam necessários diversos controles remotos para controlá-los. Para resolver este problema, foi desenvolvido um software – que é instalado em um tablet – e, nele, é possível controlar o aparelho de vídeo, de som, as luzes e até mesmo as cortinas da sala.

O Show Room da loja mostra toda a tecnologia presente e disponível para negociação. Além dos homes, a Solução também oferece aparelhos de vinil, fones de ouvido, amplificadores e aparelhos de som stereo (para música).
Para saber mais sobre a empresa, acesse a FAN PAGE e o SITE.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet