Olhar Conceito

Quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Notícias / TV

Aposentado processa TV japonesa por usar muitas palavras estrangeiras

Terra

27 Jun 2013 - 15:30

Um cidadão japonês reivindicou uma indenização à televisão pública japonesa NHK de 1,41 milhões de ienes (R$ 31,7 mil), por sentir "angústia emocional" com o uso excessivo de palavras estrangeiras em seus programas, o que o impede de entender os conteúdos, informou nesta quinta-feira a imprensa local.

Hoji Takahashi, um aposentado de 71 anos, apresentou o processo na terça-feira passada perante um tribunal da cidade de Nagoya, segundo a imprensa local.

De acordo com o requerimento, Takahashi considera que a emissora NHK usa frequentemente vocábulos não japoneses em seus programas, por isso considera que os espectadores de mais idade, que não estudaram outros idiomas no colégio, são incapazes de compreender o seu significado.

Por exemplo, denuncia o uso de toraburu (forma japonesa para a palavra inglesa trouble, "problema" ou "problemas" em português) e kea (do inglês care, "cuidar" ou "cuidado" em português), apesar de existirem alternativas simples no idioma japonês.

"Tentei ligar para a NHK por este motivo, mas não houve resposta, portanto decidi levar o caso aos tribunais. Quero que a emissora leve em conta que existem espectadores mais velhos, como eu, na hora de preparar seus programas", explicou o aposentado à agência "Kyodo".

O homem admitiu que o fenômeno não é exclusividade dessa emissora, mas que dada a ampla cobertura e o caráter público da "NHK", quis fazer "uma advertência" sobre o aumento do "menosprezo" em relação aos telespectadores japoneses.

Representantes da emissora pública japonesa se negaram a falar sobre o processo e disseram que o departamento jurídico da empresa está estudando minuciosamente o conteúdo da ação.

Takahashi é o líder de um grupo chamado "Nihongo wo Taisetsunisuru Kai" ("Associação sobre a Importância do Uso do Japonês").

O homem reivindica 1,41 milhões de ienes em indenizações, pois, segundo o código civil japonês, toda disputa que envolva um montante como esse ou maior deve ser instruída por tribunais superiores.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet