Olhar Conceito

Quarta-feira, 02 de dezembro de 2020

Notícias / Política Cultural

Com público de 20 mil e show de Lenine, Vem pra Arena reúne cultura e conscientização social e ambiental

Da Redação - Naiara Leonor

03 Jul 2016 - 17:35

Foto: Lucas Ninno

Com público de 20 mil e show de Lenine, Vem pra Arena reúne cultura  e conscientização social e ambiental
A 2ª edição do Vem pra Arena 2016 não se limitou apenas as apresentações culturais, mas trouxe também discussões sociais importantes como a preocupação com o meio ambiente, abordada nas letras do novo álbum da atração principal do evento, o cantor Lenine, e a abordagem sobre a conscientização do trabalho escravo, também apoiada pelo cantor pernambucano. Reunindo cerca de 20 mil pessoas em torno da Arena Pantanal neste sábado (02), o evento foi mais uma vez um espaço de fomento da arte, cultura e culinária local.

Leia mais:
Corredor musical, artístico e gastronômico na UFMT dá as boas vindas ao novo semestre

Trazendo pela primeira vez a Cuiabá a turnê Carbono, Lenine conversou e tirou fotos com vários fãs e falou sobre a importância do uso da Arena Pantanal em eventos culturais voltados ao público. “É algo que foi feito para a Copa e que não pode ser transformado em elefante branco, igual vários estádios por ai. É uma ocupação que todos nós esperamos. Acho bacana, louvável, é bom que a população tenha esse sentido de propriedade. A Arena pertence ao povo daqui e deve ser ocupada, com todas as expressões, pela cidade”.

Além da dedicação musical, o pernambucano também já participou ativamente de várias campanhas mundiais contra o trabalho escravo e apoiou o projeto da Setas, ‘Invisíveis’, lançado na sexta-feira (01), no Palácio Paiaguás. “É uma causa que me comove. Me incomoda o fato de ainda hoje ter no País bolsões medievais com toda essa tirania, essa escravidão. É um tema muito oportuno e estou aqui fazendo minha parte, temos que jogar luz e não jogar estas causas para debaixo do tapete”, declarou o cantor.

Já o governador Pedro Taques, ressaltou a importância do evento Vem pra Arena como espaço de valorização e democratização cultural em Cuiabá. “Nós temos que dar oportunidade para que artistas daqui possam aparecer em eventos como este. Isso é gratificante, isso é transformação. O mais importante daqui, além do cidadão estar ocupando este espaço que a ele pertence, são os artistas mato-grossenses que estão tendo a oportunidade de demostrar a sua arte”, afirmou o governador.

Enquanto isso, o secretário de cultura do Estado, Leandro Carvalho, ressaltou a diversidade como prioridade do evento. “É um conceito que privilegia artistas da Capital e do interior de Mato Grosso. Com sua ampla territorialidade e variedade de povos, origens e culturas, tem muito a mostrar. O Vem Pra Arena é um evento múltiplo, em que o público pode ter inúmeras experiências, gastronômica, cultural, de lazer. Somando forças, conseguimos proporcionar momentos únicos para a população, de maneira gratuita e de alta qualidade”, comentou Leandro.

Valorização regional

Uma das atrações da noite, o músico e compositor mato-grossense João Reis agradeceu a oportunidade de se apresentar no Vem Pra Arena. “É um sonho realizado abrir o show do Lenine, ele é um mestre, me influenciou a vida toda. É maravilhoso poder cantar para tanta gente e, pelas minhas composições, mostrar para Cuiabá a arte que está sendo feita aqui”, finalizou João Reis.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet