Olhar Conceito

Quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Notícias / TV

Série popular 'Vai Que Cola' estreia no Multishow

Estadão

04 Jul 2013 - 17:00

Restrito a uma fatia seleta do País no começo da década de 1990, o Multishow exibia poucos clipes, até então difíceis de serem vistos. Com o boom da TV por assinatura e a ascensão da classe C, o canal abriu o leque para outras vertentes e, agora, vai dar voz ao subúrbio carioca com a estreia do seriado Vai Que Cola, marcada para a próxima segunda, 8, às 22h30. "A gente busca o popular", reconhece Guilherme Zattar, diretor-geral da emissora.

A atração, anunciada como uma das suas maiores produções, é um reflexo do investimento no humor, um dos pilares do canal, que se firmou também em programas musicais e de viagem. Para sustentar os 40 episódios da primeira temporada, com capítulos de segunda a sexta, atores com passagens por novelas da Globo, como Cacau Protásio e Emiliano D?Ávila, foram chamados para se juntar a pratas da casa do Multishow, como Paulo Gustavo. "Ele funcionou bem desde o primeiro momento. Chegou com a explosão das assinaturas da classe C", relembra Zattar.

O interesse da direção pelo gênero se deu em 2007, quando Cilada, série protagonizada por Bruno Mazzeo - que se tornou quadro do Fantástico -, estava no ar. "Começamos a buscar bons humoristas." Para o seriado, cujo formato é de teatro televisionado, o canal bancou um palco giratório com lugares na plateia em uma área de uma casa de shows no Rio. "Colocamos ar-condicionado e isolamos acusticamente."

Apesar de fazer parte da Globosat, um dos braços das Organizações Globo, trazer estrelas da matriz não é uma tarefa simples. "Para uma participação, a Globo libera. Mas, se um autor escalar o cara (para novela), me ferra. O pessoal de lá, quando não está na ativa, está descansando (a imagem)." Por isso, Zattar tratou de laçar os talentos à deriva. "Como a Globo não contratou a Cacau, a chamamos. A Fiorella (Matheis, também no elenco) estava sem contrato", revela. Segundo o diretor, entre os nomes do canal pago "emprestados" para a irmã maior estão Miá Mello e Tatá Werneck, que, nos intervalos das gravações de Amor à Vida, dá expediente em uma nova atração de humor por lá.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet