Olhar Conceito

Terça-feira, 07 de dezembro de 2021

Notícias / Literatura

sesc arsenal

Gaúcho lança livro de contos com ‘experimentações narrativas’ em Cuiabá

Da Redação - Isabela Mercuri

16 Ago 2019 - 14:01

Foto: Reprodução / Top Listas

Gaúcho lança livro de contos com ‘experimentações narrativas’ em Cuiabá
O escritor gaúcho Reginaldo Pujol Filho lança, no próximo sábado (17), em Cuiabá, seu livro de contos “Não, não é bem isso”, no Sesc Arsenal. Mestre e doutor em escrita criativa, ele foi convidado para o projeto ‘Arte da Palavra’, do Sesc, onde vai coordenar um laboratório de criação literária, e aproveitou a passagem para o lançamento e um bate papo com o escritor Eduardo Mahon. O evento será às 18h no Núcleo de Artes Cênicas do Sesc Arsenal.

Leia também:
Programa de biblioteca de MT está entre as 15 melhores da América Latina

‘Não, não é bem isso’ tem o selo da ‘Não Editora’, um braço da Dublinense para a literatura brasileira de ficção. Seus contos são fruto de experimentações narrativas representadas, por exemplo, como uma página de Wikipedia, fotografias, um monólogo teatral, uma especulação dentro da Arca de Noé.

Para o escritor Sérgio Sant'Anna, o resultado é fascinante: "sem nenhum exagero, é das melhores coisas que li de literatura brasileira nos últimos tempos. Chega a espantar-me que alguém possa ter alcançado esse nível de enredo e linguagem", afirmou.

Pujol é autor dos livros ‘Só Faltou o Título’, ‘Quero Ser Reginaldo Pujol Filho’ e ‘Azar do Personagem’. Tem mestrado e doutorado em Escrita Criativa pela PUCRS, ministra cursos de criação literária e escreve crítica e ensaio para veículos como O Globo, Zero Hora e Suplemento PE. Também escreve roteiros de cinema e é curador da Coleção Gira de Literaturas de Língua Portuguesa da editora Dublinense.

"Reparando no que eu estava escrevendo, comecei a gostar dessa unidade da diferença, de colar um monte de peças estranhas umas às outras. Reunir pela diversidade e não pela semelhança", observa o autor. “Marcelino Freire, falando de poesia e de construções de frases, sempre faz um elogio àquela escrita em que não se consegue adivinhar a próxima palavra. Acho que ele diz assim ‘Se o leitor adivinhar a próxima palavra, se ele completar antes de você, lascou’. Penso agora que eu posso ter buscado isso no âmbito do livro, não só da frase, mas da composição do livro, sua ordem, sua edição", completa.

Serviço

Bate-papo entre os escritores Reginaldo Pujol Filho e Eduardo Mahon e Lançamento de Não, não é bem isso
Sábado, dia 17 de agosto, 18h,
Núcleo de Artes Cênicas do Sesc Arsenal (Rua 13 de Junho, S/N - Centro Sul, Cuiabá)
O livro estará à venda no local (pagamento em dinheiro)
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet