Olhar Conceito

Terça-feira, 30 de novembro de 2021

Notícias / Turismo

da nossa terra

Mato Grosso encanta paulistas com viola de cocho, pantanal e gastronomia na 42 Expo de Turismo

Da Redação - Isabela Mercuri

25 Set 2014 - 09:00

Foto: Isabela Mercuri / Olhar Conceito

Mato Grosso encanta paulistas com viola de cocho, pantanal e gastronomia na 42 Expo de Turismo
O stand de Mato Grosso na 42 ABAV Expo de turismo traz aos visitantes de São Paulo e de diversas partes do país um gostinho do que é nosso estado. O que chama atenção, primeiramente, são as diversas violas de cocho assinadas pelo artesão cuiabano Alcides Ribeiro.

Leia mais: 
42ª Expo Internacional de Turismo começa nesta quarta-feira; Olhar Conceito traz as novidades

Alcides nasceu na capital mato-grossense há 49 anos, e se tornou logo quando adolescente a quarta geração de artesãos de viola de cocho, seguindo os passos de seu bisavô, avô e pai. “Antes era um hobby porque eu tinha outro emprego, mas há mais ou menos vinte anos eu passei a trabalhar só com a confecção de violas e a sustentar minha família com isso”, conta Alcides.



O artesão participa todos os anos da Feira de Turismo da ABAV, isso porque é um símbolo da cultura de Mato Grosso e faz violas para a Secretaria de Governo e para a Casa do Artesão, além de trabalhar para o Ministério da Cultura, passando informações sobre o artesanato de nosso estado.

Alcides conta, ainda, que hoje em dia seu trabalho é muito mais reconhecido do que era há alguns anos: “Lá atrás eu me sentia muito humilde. Tinham muitas barreiras e eu era considerado um jeca ou matuto porque só andava com pessoas mais velhas”. Hoje em dia, no entanto, o artesão se orgulha de ser um símbolo de Cuiabá.

Morando na capital, mas com estúdio em Santo Antônio do Leverger, Alcides confecciona também outros objetos, como remos e até mesmo uma canoa de cocho. Seu trabalho impressionou quem ainda não conhecia o instrumento, como por exemplo o motorista do Ministério e violeiro “Souza Daviola”:

“Eu fiquei impressionado com o sentido folclórico e achei muito legal que a pessoa, além de tocar o instumento, também o constrói!”, afirmou Souza, que toca violão e viola caipira e faz parte de um grupo amador chamado “Aurora Sertaneja”, que faz apresentações filantrópicas.

Segundo Alcides, as pessoas são normalmente muito curiosas para saber a origem do nome “Viola de Cocho”, e também para saber como é feita sua confecção.

Outros atrativos



Além da ênfase na viola de cocho, o stand de Mato Grosso traz também pequenos exemplos da gastronomia, como a castanha de cumbaru e os chips de banana da terra. Os expositores falam ao público sobre Pantanal, Chapada dos Guimarães, Nobres, Região do Araguaia e também sobre a região metropolitana das cidades, focando na gastronomia, que sempre atrai os turistas.

A 42 ABAV Expo Internacional de Turismo segue até dia 28 de setembro no Espaço de Exposições do Anhembi.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet