Olhar Conceito

Segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

Notícias / Literatura

Curso de literatura de Mato Grosso da AML será ministrado por 13 doutores e 2 mestres

Da Redação - Stéfanie Medeiros

20 Out 2014 - 10:40

Foto: Stéfanie Medeiros/ Olhar Conceito

Curso de literatura de Mato Grosso da AML será ministrado por 13 doutores e 2 mestres
A Academia Mato-Grossense de Letras, mais que um lugar onde escritores e produtores culturais reúnem-se para divulgar e produzir literatura, é um local onde os antigos artistas das palavras não serão esquecidos. Para disseminar o conhecimento, a instituição realiza entre os dias 7 de março a 8 de abril de 2015 o primeiro curso de extensão de literatura de Mato Grosso.

Leia mais: Exposição em homenagem ao comediante Liu Arruda traz fotos, vídeos, entrevistas e figurinos; Veja fotos!

O curso será ministrado por quinze professores, dentre eles treze doutores e dois mestres (veja a lista com o currículo de cada um abaixo). As inscrições serão abertas no mês de novembro e terão o valor de R$ 150 reais. As aulas acontecerão aos sábados. Mais detalhes sobre os temas ministrados serão divulgados mais próximos das aulas.

Ao final do curso, todos os participantes receberão um certificado emitido pela Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). A coordenação geral do curso ficou a cargo da acadêmica Yasmin Nadaf, em parceria com a Unemat pelo núcleo de Estudos de Literatura Comparada, chefiado pelo acadêmico Agnaldo Rodrigues. Confira o currículo dos professores que ministrarão o curso:

Profª Pós-Drª Yasmin Jamil Nadaf
 
Mestre em Literaturas de Língua Portuguesa pela Universidade Estadual Paulista (1993), e Doutora na mesma área e pela mesma universidade (2001). Pós-doutoramento em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005). Há três décadas pesquisa a escrita literária de Mato Grosso, divulgando-a através de palestras, teses, e ensaios publicados em revistas especializadas e jornais do país. Publicou os livros Sob o signo de uma flor. Estudo de A Violeta, publicação do Grêmio Literário Júlia Lopes - 1916 a 1950 (1993); Rodapé das miscelâneas. O folhetim nos jornais de Mato Grosso - séculos XIX e XX (2002);Diálogo da escrita. Alagoanos na imprensa de Mato Grosso (2003); Presença de mulher: ensaios (2004); Machado de Assis em Mato Grosso. Textos críticos da primeira metade do século XX (2006); Estudos literários em livros, jornais e revistas (2009); ePáginas do passado. Ensaios de literatura (2014). Ocupa a Cadeira N.38 da Academia Mato-Grossense de Letras.

Profª. Drª Elizabeth Madureira Siqueira
 
Possui graduação em Licenciatura em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1969), Mestrado em História Social pela Universidade de São Paulo (1990) e Doutorado em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso (1999). Sua produção está centrada nas áreas de História e Educação, com ênfase no contexto regional (Mato Grosso). Integra, no Programa de Pós-Graduação em Educação da UFMT, o Grupo de Pesquisa Educação e Memória. Curadora da Casa Barão de Melgaço, membro efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso e da Academia Mato-Grossense de Letras (Cadeira N. 29), filiando-se também à Sociedade Brasileira de História da Educação. Publicou: Evolução Histórica da Justiça Eleitoral Mato-Grossense (1932-2012). em 2012;  Tributo de Cuiabá a Edgar Vieira, também em 2012;  Universidade Federal de Mato Grosso: 40 anos de História (1970-2010), em coautoria com Dourado e Silva, em 2011; Ministério Público do Estado de Mato Grosso: trajetória histórica, em coautoria com Paião, em 2009; Lembranças de professores e alunos mato-grossenses: 1930-1950, em coautoria com Palhares Sá e Gonçalves, em 2007; Cuiabá: de vila a metrópole nascente, em coautoria com outros autores, em 2006;Trajetória do Tribunal de Justiça de Mato Grosso: 130 anos, em 2005; História de Mato Grosso: da ancestralidade aos dias atuais, em 2002; Luzes e Sombras: modernidade e educação pública em Mato Grosso (1870-1889), em 2000, dentre outros. Editora-Chefe da Revista do IHGMT.

Prof. Dr. Fernando Tadeu de Miranda Borges
 
Professor Titular da Faculdade de Economia da Universidade Federal de Mato Grosso (FE-UFMT). Possui Graduação em Ciências Econômicas pela FE-UFMT (1980), Mestrado em Economia pela FEA-USP (1991) e Doutorado em História Social pela FFLCH-USP (2003). É membro da Associação Brasileira de Pesquisadores em História Econômica (ABPHE), membro da Sociedade de Amigos de Rondon, e membro do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso (IHGMT). Leciona no Curso de Graduação em Ciências Econômicas e nos Programas de Pós-Graduação Mestrado em Agronegócios e Desenvolvimento Regional e Mestrado e Doutorado em História da UFMT. Livros publicados: Do Extrativismo à Pecuária: Algumas Observações sobre a História Econômica de Mato Grosso (1870-1930), Economia Brasileira: Posições Extremas, Esperando o Trem: Sonhos e Esperanças de Cuiabá, e Prosas com Governadores de Mato Grosso (1966-2006). DVDs dirigidos: Prosas com Reitores e Reitoras da Universidade Federal de Mato Grosso (1970-2010). Possui experiência na edição de livros, revistas, e organização de coletâneas. Ocupa a Cadeira N. 33 da Academia Mato-Grossense de Letras.
 
Profª MS. Marília Beatriz de Figueiredo Leite
 
Professora adjunta aposentada da Universidade Federal de Mato Grosso, Mestre em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade de São Paulo. Participou e participa de bancas universitárias. Curadora de várias exposições entre as quais “Panorama das Artes Mato-Grossenses” (2012, 2013), e em 2014 da “Academia Mato-Grossense de Letras: Um Patrimônio de Todos” (Shopping Goiabeiras, UNEMAT/Tangará) e na Casa Do Parque: “Carlos Lopes”. Fundou a APG/PUCSP -Associação dos Pós-Graduandos da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, bem como a revista da APG tendo sido da direção da mesma e posteriomente do conselho editorial. Colabora em vários jornais. Cursou "História da Arte" na FAAP/SP e entre outros "Aspectos Técnicos do Romance Brasileiro" na Academia Brasileira de Letras.
Ocupa a Cadeira N.2 da Academia Mato-Grossense de Letras.
 
Prof. Pós-Dr. Agnaldo Rodrigues da Silva
 
Pós-doutor em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Mestre e Doutor em Letras pela Universidade de São Paulo (USP), professor da Universidade do Estado de Mato Grosso, e Sócio efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de Cáceres. Entre as obras publicadas, destacam-se: Projeção de Mitos e Construção Histórica no Teatro Trágico (história e crítica), Teatro Mato-Grossense – História, Crítica e Textos (história e crítica), Diálogos Literários – literatura, Comparativismo e Ensino (crítica); Mente Insana (ficção), A Penumbra – contos de introspecção (ficção) e Dose de Cicuta (ficção). Participou de diversas coletâneas de ficção nacionais e internacionais, tais como:Brainstorm (ficção), Terra Latina (ficção) e Cantos do Mundo (ficção). Publicou textos em revistas de ficção eletrônicas, das quais vale ressaltar:Projeto Cultural Abrali, O Caixote, Usina das Palavras, Varal de Literatura e O Bestiário. Atua como professor de literaturas e teatro na graduação e no Programa de Pós-graduação em Estudos Literários/UNEMAT – Mestrado e Doutorado. Ocupa a Cadeira N.10 da Academia Mato-Grossense de Letras.
 
Profa MS. Lucinda Nogueira Persona
 
Poeta e ficcionista. Graduada em Biologia (UFMT), Especialista em Política Educacional e Legislação do Ensino (UFMT), Mestre em Histologia e Embriologia (UFRJ), com estágio profissional na Universidade do Chile. Professora aposentada (UFMT) e professora (Universidade de Cuiabá), de 1999 a 2014. Iniciou carreira literária nos Anos 90. Livros de poesia publicados: Por imenso gosto (Massao Ohno, 1995); Ser cotidiano(7Letras, 1998); Sopa escaldante (7Letras, 2001); Leito de Acaso (7Letras, 2004). Tempo comum (7Letras, 2009). Na literatura infanto-juvenil é autora de: Ele era de outro mundo (Tempo Presente, 1997) e A cidade sem sol (Razão Cultural, 2000). Participou das antologias: Na margem esquerda do rio: contos de fim de século (Via Lettera, 2002); Fragmentos da alma mato-grossense, (Entrelinhas, 2003). Roteiro da poesia brasileira: Anos 90/ [Seleção e prefácio Paulo Ferraz; direção Edla van Steen]. – Global, 2011. Colabora com jornais e revistas mato-grossenses escrevendo resenhas, crônicas e contos. Sua obra (poesia e ficção) tem sido objeto de vários estudos acadêmicos. Ocupa a Cadeira N. 4 da Academia Mato-Grossense de Letras.
 
Profª Drª Marta Helena Cocco
 
Mestre em Estudos da Linguagem (UFMT) e Doutora em Letras e Linguística (UFG). Professora de Literaturas da Língua Portuguesa na Universidade do Estado de Mato Grosso, campus de Tangará da Serra. Atualmente participa dos grupos de pesquisa Cultura, Política e Sociedade (Unemat/CNPq) e Literatura infanto-juvenil: poesia e prosa (Unemat/CNPq). Também participa do projeto de extensão Poesia Corpo e Cordas e coordena um subprojeto do Programa de Bolsas de Iniciação à Docência. Publicou os livros:Divisas (1991), Partido (1997), Meios (2001), O ensino da literatura produzida em Mato Grosso: regionalismo e identidades (2006),Sete Dias (2007), Sábado ou Cantos para um dia só (2011), Lé e o Elefante de Lata (2013) e Doce de Formiga (2014). Também publicou vários artigos em revistas científicas sobre obras de autores da Literatura produzida em Mato Grosso. Ocupa a Cadeira N. 18 da Academia Mato-Grossense de Letras.
 
Profª Drª Maria Cristina de Aguiar Campos
 
Escritora. Graduada em Letras (UFMT), Mestre em Educação (UFMT), e Doutora em Educação (USP). Pesquisa a Cultura e a Literatura de Mato Grosso, divulgando-as em cursos, palestras e artigos que publica em revistas e jornais. Revisora e organizadora de diversas obras. Professora aposentada (IFMT – Campus Cuiabá) de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira. Publicou os livrosPantanal Mato-grossense: O Semantismo das Águas Profundas (Entrelinhas, 2004), Conferência no Cerrado (Tanta Tinta, 2008),Manoel de Barros: O Demiurgo das Terras Encharcadas (Carlini & Caniato, 2010), e O Falar Cuiabano (Carlini & Caniato, 2014).

Profª Drª Marli Terezinha Walker
 

Possui graduação em Letras pela Unemat (2000), Especialização em Literatura Infanto-juvenil e Ensino também pela Unemat (2003), Mestrado em Estudos Literários e Culturais pela Universidade do Estado de Mato Grosso (2008) e Doutorado em Literatura e Práticas Sociais pela UnB (2013). Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso, Campus Cuiabá e da UAB, Universidade Aberta do Brasil, UFMT. Membro do Grupo de Pesquisa em Estudos Comparativos de Literatura: Tendências Identitárias, Diálogos Regionais e Vias Discursivas e do Grupo de Pesquisa Vozes Femininas (CNPq). Pesquisa de tese e publicações nas áreas de literatura mato-grossense, literatura e gênero com ênfase na autoria feminina. Publicou os livros: Pó de serra (2006) e Águas de encantação (2009), ambos de poesia. Inferno e paraíso na poética de Adriane Rocha (2009), dissertação de mestrado. Em coautoria com outros autores, Vozes femininas (2008); Cultura e identidades: discursos (2007); Nossas vozes, nosso chão: antologia poética comentada (2011).

Profª Drª Franceli Aparecida da Silva Mello
 
Doutora em Literatura Brasileira pela USP (1998), com Pós-doutoramento na área de História da Leitura pela UNICAMP (2003). Professora do Departamento de Letras e do Mestrado em Estudos de Linguagem da Universidade Federal de Mato Grosso - Cuiabá e pesquisadora do Grupo RG Dicke (Literatura Mato-grossense). Últimas publicações: Quando o crítico se retira da platéia: a desilusão de Machado de Assis com o teatro (In: Encontros e Travessia. Machado de Assis e Guimarães Rosa. VILALVA, W.; MIYAZAKI, T.; MELLO, F. (Orgs), Tangará da Serra: UNEMAT & Gráfica e Editora Sanches, 2011.  p.37-54); Era um poaieiro: um folhetim extemporâneo? (In: A tradição literária brasileira: entre a periferia e o centro. BUENO, L.; SALES, G.; AUGUSTI V. (Orgs), Chapecó-SC: Argos, 2013. p.137-156); Perspectivas de abordagem da questão racial na literatura infantil (In: Literatura, Política, Religiosidades. BRASETE, F; CASTRILLON-MENDES, O. M.; MAQUÊA, V. (Orgs.). Cáceres-MT: UNEMAT Editora, 2014, p. 71-86).
 
Prof. Dr. Isaac Newton Almeida Ramos
 
Graduação em Letras (UFMS). Especialização (Unesp). Mestrado e Doutorado em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa (USP). Professor da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), campus de Alto Araguaia. Há duas décadas e meio escreve e publica ensaios literários sobre a poesia da segunda metade do século XX. Publicou os seguintes livros de poesia: Reflexões (1984), Astro por rastro(1988), Festa de letras (1997) e Teias e teares (2014). É co-autor do livro Ensaios de Literatura Comparada: Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde(2004). Algumas participações em livros: Mapas da Mina: estudos de literatura em Mato Grosso (2005); História da literatura mato-grossense: Rubens de Mendonça (2.ed. Especial) (2005); Dos labirintos e das águas: entre Barros e Dickes (2009); Diálogos literários: literatura, comparativismo e ensino (2010);Tecendo literatura: entre vozes e olhares (2012); Trilhos e desvios da linguagem: saberes em conexão (2012);Setembro Freire Gool 2013 (2013); e Descentramentos críticos nas literaturas de língua portuguesa (2014).
 
Prof. Dr. Everton Almeida Barbosa
 
Mestre em Estudos Literários e Culturais pela Universidade Federal de Mato Grosso (2006) e Doutor em Estudos Literários pela UFMG (2014), com estágio de doutorando na Tulane University/Nova Orleãs/EUA. É professor de literatura desde 2003. Atuou na UNIVAG – Universidade de Várzea Grande, entre 2003 e 2004, e na Universidade do Estado de Mato Grosso de 2005 a atualidade, sendo professor efetivo desde 2006. Desenvolveu pesquisas sobre identidade cultural e regionalismo literário, passando posteriormente aos estudos na área da Literatura Comparada, articulando estudos de sociologia, filosofia, cultura, psicanálise e teoria literária, enfatizando as relações entre narrador, tempo e memória na narrativa e suas implicações sócio-culturais. Entre os seus artigos publicados em revistas especializadas listam-se Literatura e responsabilidade: o sujeito entre a oralidade e a escrita (Revista de Letras, UNESP, 2011); Violeiros cegos: Tirésias nas Cerimônias do Esquecimento (Revista Alere, UNEMAT, 2008); O narrador em Mikhail Bakhtin (In: Respostas a Bakhtin, Belo Horizonte: FALE/UFMG, 2012); e A tendência regionalista da crítica literária e a posição do intelectual em Mato Grosso (In: Tópicos de Literatura: Texto e contexto, Cuiabá, Carlini & Caniato, 2011).
 
Profª Drª Marinei Almeida
 
Possui Doutorado (2008) e Mestrado (2002) em Letras (Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa) pela Universidade de São Paulo - USP. Especialização em Literatura Brasileira pela Universidade Católica de Minas Gerais - PUC-BH (1998). Graduação em Letras (Língua Portuguesa e Inglesa e suas respectivas Literaturas) pela Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT (1996). É professora (desde 1997) na Universidade do Estado de Mato Grosso, atua nos seguintes temas: Literatura Comparada, Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, Literatura e Memória. Professora Colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem (MeEL) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) na área dos Estudos Literários (Linha: Literatura e realidade social) e membro do RG-Dicke- Grupo de pesquisa em Literatura (UFMT- CNPq). Coordenadora do Projeto de Pesquisa Cartografias e Imagens de Mato Grosso: a presença do negro na produção literária dos séculos XX e XXI (Unemat/Fapemat). Autora do livro Revistas e Jornais. Um Estudo do Modernismo em Mato Grosso (Cuiabá- MT: 2012). Possui vários textos publicados em revistas e livros, como: "Manoel e Barros e José Craveirinha: um diálogo intertextual" (SP:2008); "Olhar para as pré-coisas" do mundo em Livro de pré-coisas" (Cáceres-MT: 2009); "Poesia de língua portuguesa: erotismo e sedução na e da linguagem" ( Belo Horizonte: 2010) dentre outros.

Profª Drª Leonice Rodrigues Pereira
 
Professora da Universidade do Estado de Mato Grosso na área de Literatura de Língua Portuguesa do Departamento de Letras de Cáceres, Campus “Jani Vanine”, desde março de 1994. Possui graduação em Licenciatura Plena em Letras pela Universidade Federal de Mato Grosso (1988), Mestrado em Teoria Literária e Literatura Comparada (2002), e Doutorado em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa pela Universidade de São Paulo (2010). Publicou o livro Tereza Albues e Wanda Ramos: memórias em diálogos (2014), e ensaios e artigos em revistas científicas. Atualmente, além de investigar a memória enquanto elemento estético organizador da narrativa dedica-se aos estudos da representação mítica e cultural da mulher nas literaturas de língua portuguesa. É líder do Grupo de Estudos em Literatura Comparada na Unemat, projeto com registro do CNPq; compõe a equipe de professores do Centro de Pesquisa em Literatura desta Universidade; e, participa do projeto de pesquisa Topografia discursiva: uma história das ideias em Mato Grosso TOP II. 

Profª Drª Rosana Rodrigues da Silva

Mestre em Literatura Brasileira (UFRGS); Doutora em Literaturas em Língua Portuguesa (UNESP). Realizou estágio pós-doutoral na Universidad Pontifícia de Salamanca. Professora de Teoria Literária: poética e de Literatura Infanto-juvenil na Universidade do Estado de Mato Grosso, campus de Sinop. Integra o grupo de pesquisa Estudos comparativos de literatura: tendências identitárias, diálogos regionais e vias discursivas (CNPq). Coordena o projeto de extensão: a Revista de Letras Norte@mentos (qualis B4). Organizou os livros Nossas vozes, nosso chão (2012), Competências na EJA (2011). Desenvolveu os projetos de pesquisa: Multiculturalismo nas poéticas contemporâneas (CNPq) e Diversidade cultural na poesia de Mato Grosso (FAPEMAT). Coordena atualmente o projeto de pesquisa: Diversidade cultural na Literatura Infantil e juvenil: letramento literário em Mato Grosso.
 

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet