Olhar Conceito

Quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Notícias / Saúde e Beleza

ONG criada por cardiologista cuiabano busca fundos para doar equipamentos e medicamentos para doenças do coração

Da Redação - Isabela Mercuri

28 Jan 2019 - 11:00

Foto: Divulgação

ONG criada por cardiologista cuiabano busca fundos para doar equipamentos e medicamentos para doenças do coração
As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo. Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), só em 2016 17 milhões de pessoas foram vítimas de problemas coronarianos, como ataques cardíacos e derrames. No entanto, 80% das ocorrências poderiam ser evitadas com medidas simples de hábitos saudáveis. Pensando em ajudar a diminuir estes números, o cardiologista cuiabano Juliano Slhessarenko criou, no início de 2018, a Organização Não Governamental (Ong) ‘Coração em Dia’. Seu objetivo com ela é, além de fazer a orientação da população e chamar atenção para o problema, doar desfibriladores automáticos para instituições públicas.

Leia também:
Novo colunista alerta: Não vá ao cardiologista antes de ler isto!
 
Segundo o médico, que é doutor pela Universidade de São Paulo, os desfibriladores podem fazer a diferença quando acontece um ataque cardíaco, ou ‘mal súbito’, e, por lei, instituições com grande circulação de pessoas devem ter estes equipamentos. No entanto, não é o que acontece na realidade, já que cada desfibrilador custa em média R$8 mil, e o alto preço dificulta sua aquisição.
 
Para arrecadar fundos para a compra dos desfibriladores, doutor Juliano escreveu um livro, que também se chama ‘Coração em Dia’. “[Ele] explica para os pacientes os fatores de risco, dá dicas de como controlar sua pressão, sobre diabetes, risco cirúrgico e qual a importância do exame, dieta... são doze capítulos em 160 páginas, direcionadas para os pacientes e, até mesmo, estudantes de medicina”. Todo o valor arrecadado com a venda do livro será revertido para a ONG.
 
Além dos desfibriladores, a ‘Coração em Dia’ também pretende fazer doações de medicamentos para pessoas carentes, e participar de campanhas de conscientização. O próprio cardiologista já participou de alguns eventos, em parceria com a Prefeitura de Cuiabá. Quem quiser ajudar, além da compra do livro, pode também se cadastrar como voluntário.
 
“Independente da condição social, de status, todos nós, de alguma forma, devemos fazer um trabalho voluntário ou social. Isso enriquece, engrandece nosso ser. (...) No Brasil existem milhões de pessoas vivendo na pobreza, que nem sequer tem condições de comer, e infelizmente, pela labuta, pela perseverança de trabalho, pelo mal cuidado com a saúde, pela falta de acompanhamento médico, não se cuidam e são aqueles pacientes que nós vemos – eu que faço a intervenção cardiológica pelo SUS – que tem mais lesões, são as mais infartadas, porque não puderam se cuidar e prevenir, não tiveram auxílio à saúde. Infelizmente elas não tem dinheiro, às vezes, nem pra comprar remédio. A ONG Coração em Dia visa também ajudar essas pessoas de alguma forma, ou através da doação de medicamentos, ou através de algum auxílio, como a orientação”, explica Juliano. “Uma pergunta que eu sempre faço: o que você faz pela saúde do próximo? Tente refletir sobre isso. Ajude. Essa é a melhor forma de vivermos em paz”, finaliza.


 
Serviço
 
Ong Coração em Dia
Venda do livro AQUI
Vaquinha virtual AQUI
Cadastro para ser voluntário: (65) 99914-2255
FAN PAGE / INSTAGRAM / SITE

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet